Por que os pets não podem comer chocolate?

Por que os pets não podem comer chocolate?

É difícil, às vezes, resistir àquela carinha de pidão que geralmente os pets fazem quando veem seus donos com comida. Mas, é importante ficar atento e saber que a maioria dos alimentos voltados para humanos são extremamente proibidos para serem dados para tais bichinhos.

Um desses alimentos, é claro, é o chocolate.

 

Substância tóxica 

Nessa época de Páscoa, é comum dar “só um pedacinho” de chocolate aos cachorros e gatos. Mesmo parecendo inofensiva, tal medida pode trazer sérios riscos à saúde deles. Isso porque nesse alimento tão saboroso há uma presença de uma substância tóxica chamada teobromina.

Substância facilmente digerida pelo ser humano, ela não é metabolizada de forma rápida pelos pets, o que pode causar uma intoxicação. Em um cachorro de 3 kg, por exemplo, maltês, uma porção pequena de 35 g pode causar vômitos e diarreia. E uma grande de 100 g, pode ocorrer até convulsões e complicações fatais.

E se está pensando que é válido dar caso o seu chocolate seja meio amargo, se enganou. A quantidade de teobromina é bem maior nesse tipo de chocolate.

Mas, para os bichinhos não passarem vontade existem algumas alternativas?

 

Alternativas para os pets

Felizmente, os donos podem ficar tranquilos. Mesmo o chocolate ao leite sendo proibido para os animais, há alternativas de alimentos próprios para eles no mercado de pets que imitam bem o gosto desse alimento.

Livres de substâncias tóxicas, esses petiscos podem ser um bom agrado para os bichinhos!

 

Atenção redobrada

De qualquer forma, com o chocolate tradicional, é preciso sempre ficar bem atento e ter cuidado para que ele não fique ao alcance dos pets. E claro, se perceber qualquer comportamento e a apresentação de sintomas incomuns, o mais indicado é procurar um veterinário para verificar e tratar a intoxicação do bichinho.

 

Agora que você já sabe do chocolate, que tal conferir 10 mitos e verdades sobre os cachorros para mais curiosidades sobre eles?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *