A mulher nunca deveria fingir um orgasmo

Podemos afirmar que, o orgasmo é o maior momento de satisfação sexual ou ponto máximo da excitação sexual, o clímax, pico do prazer, tanto no homem como na mulher seguida de uma enorme sensação de relaxamento e bem estar. E é uma das fases do ciclo da resposta sexual humana, para que ele aconteça, na maioria das vezes, deve ser precedido do desejo e da excitação.

O orgasmo é uma sensação, por conta disso podemos afirmar que está mais ligado ao psicológico, ao fato de ser sentir, ao ser sensitivo, ao se permitir a sentir, e depois vem à parte física. E um sinônimo um tanto comum é o “gozar”, que está diretamente ligado a uma sensação sentida. Por isso é importante se concentrar no ato sexual, pois qualquer desvio de pensamento e de concentração pode retardar ou prejudicar essa fase da relação sexual.

E se não se tem orgasmo, não devemos em hipótese nenhuma fingir, isso é um grande erro. E o grande aliado das mulheres no orgasmo é o clitóris, uma parte visualmente localizada acima da uretra, mas o que se vê é apenas a ponta do iceberg. Ele circunda toda parte superior e laterais do óstio vaginal, ele como se víssemos apenas a pontinha de Y invertido (olha ele aí ao lado).   E nesse caso, entre fingir ou ter o orgasmo, o melhor é ter, e afinal de contas tudo é orgasmo, com grande participação ou até mesmo exclusiva participação do clitóris. Apenas uma parte do público feminino consegue estimular o clitóris com a penetração, e pode se dizer que aproximadamente 75% a 80% das mulheres necessitam de um estímulo diretamente no clitóris para ser ter o orgasmo na hora da penetração. Não existe uma receita para o prazer, o que se precisa é se descobrir e praticar bastante. Por isso invista em movimentos circulares, de um lado para o outro, ou de cima para baixo, tudo na região redor do clitóris, e se permita a ter orgasmos cada vez melhores.

Sempre com novidades no @virginia.pelles 

2 Respostas para “A mulher nunca deveria fingir um orgasmo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *