Meu prazer só depende de mim?

Em homenagem ao mês das mulheres vamos começar a missão de hoje aos próximos 7 dias, com foco total em Resgatar Amor próprio e o Prazer. Serão postados conteúdos sobre diferentes pontos desse mesmo tema, então não percam meninas, vai ser lindo e eu espero vocês aqui. Ah, compartilhem, marquem no instagram do Folha ou @virginia.pelles .

Vamos lá, Leandro Karnal tem uma frase que diz “Minha felicidade só depende de mim”.

Se a minha felicidade só depende de mim, não devo dar a responsabilidade a mais ninguém. Mas também precisamos entender que às vezes para termos felicidade precisamos de dedicar mais tempos a nós mesmos, muito mais tempo do que imaginamos. Aceitar que a felicidade é responsabilidade nossa, por mais difícil que seja é o primeiro passo para resgatar o amor próprio. E assim como a felcidade, é o prazer.

Quantas mulheres vivem sem prazer pelo simples fato de achar que tem obrigação de fazer sexo, ou por simplesmente fingir o orgasmo para satisfazer o ego do parceiro. Outras tantas deixam de sentir o prazer com vergonha de falar o que gostam ou sentem na hora do sexo, ou mesmo tem vergonha de falar que desejam fazer sexo.

Tudo bem que tem parceiro que é um “jumento”/ogro em forma de ser humano, outros desconfiados, outros que realmente não ligam para parceiras, e alguns que não escutam, mas essa escolha foi sua amada, lá no passado, quando estava apaixonada e dizia que esse era o homem da sua vida. Se você não vê o divórcio como saída, eu te entendo, então bora mudar de comportamento?

A mudança é igual a goteira que cai dentro do copo, precisa persistir para encher o copo, e ela enche até transbordar. E quando transbordar vai gerar mudança em todos aos seu redor. E é nessa é a hora que o “jumento”/ogro pode se tornar um “Manga-larga machador”/príncipe encantado.

Precisa acreditar no seu pontencial mulher, pare de olhar para você com o olhar dos outros, com o olhar da sua mãe ou do seu pai, lá da infância. Pare de acreditar no que te dizem! Acredite em você, em quem você sabe que é. Olhe para você como Deus te vê. Você precisa de acreditar no potencial que tem e começar usa-lo a teu favor.

Assuma a responsabilidade sobre a sua felicidade, sobre a sua vida e sobre o seu prazer. Pare de se preocupar com o que o outro vai achar quando você for dizer isso ou aquilo, quando você for fazer algo. Apenas aprenda a se comunicar. Não use de acusações ou culpa. Se liberte da dor do passado e viva daqui pra frente intensamente.

Fale do que gosta, se permita a gostar mais de você, a sentir mais prazer, observe o que te faz bem e o que te trás paz. Se jogue mais, se cobre menos, assuma mais, evite menos.

Observe como é boa a sensação de se amar. É maravilhoso viver uma vida repleta de amor e de prazer, principalmente o amor por nós mesmos. É claro que é muito bom quando outra pessoa nos ama e dedica um pouco de seu tempo a nós, mas, mais importante do que isso, é nós nos amarmos, pois este é o único amor necessário para sermos minimamente felizes na vida. E é quando nos amamos nos preocupamos e sentimos realmente prazer nessa vida.

Sempre tem novidades por aqui, pelo @virginia.pelles e no Canal no YouTube Virginia Pelles. E para maiores informações, eis me aqui, Virginia Pelles https://www.virginiapelles.com.br .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *