COMO A SAÚDE PODE AUMENTAR A PERFORMANCE DO SEU NEGÓCIO?

A vida está muito corrida e você sempre chega tarde do trabalho. O resultado, muitas vezes, é deixar de lado as atividades físicas. Mas, embora possa parecer difícil encontrar tempo para se exercitar, diversos executivos de tecnologia mostram que esta não é uma tarefa impossível. Para a saúde, os benefícios da prática de uma atividade física são óbvios. Mas ela também tem impacto direto no ambiente profissional. E não só na melhora da qualidade de vida e estilo saudável, mas no resultado, na produtividade, na economia e no lucro. Grandes executivos, empresários e empregados já perceberam essa relação.

Para a maioria das pessoas, é desafiador deixar a vida sedentária para trás, buscar uma alimentação saudável e praticar exercícios físico/esportes. Se faltava algo mais para dar o primeiro passo, talvez o resultado de uma pesquisa inusitada possa contribuir para que você abrace a ideia.

Um estudo com milhares de pessoas nos Estados Unidos mostrou que pessoas engajadas em atividades físicas mais vigorosas (corrida e/ou outros esportes aeróbicos), pelo menos três vezes por semana, têm uma remuneração superior à média da população. 

Segundo Vasilios D. Kosteas da Cleveland State University, os homens que praticam essas atividades físicas ganham cerca de 7% mais que a média. No caso das mulheres, esse perpercentual pode ser ainda maior. 

De acordo com Kosteas, os exercícios físicos estão relacionados à melhoria do bem-estar psicológico e da função mental, trazendo maiores níveis de energia, o que pode resultar no aumento da produtividade.

Especificamente quando tratamos dos empreendedores que criam negócios próprios, até há pouco tempo, não era tão comum perceber naqueles que estavam em fase inicial de uma start-up a preocupação com o equilíbrio entre trabalho e o bem-estar pessoal (físico e mental).

Não é difícil encontrar vários exemplos de empreendedores bem-sucedidos financeiramente, mas com a saúde aquém da média para sua faixa etária, devido aos hábitos pouco saudáveis.

A questão que fica é se vale a pena abrir mão de tudo e focar apenas no trabalho, criando a sensação que no futuro você pode correr atrás daquilo que está deixando para trás agora. Muitos faziam isso, pois sempre tinham o dinheiro como única métrica.

Ao observar o resultado dessa pesquisa, talvez os empreendedores sedentários devessem repensar tal estratégia de foco total e irrestrito ao trabalho árduo em detrimento da saúde, já que a própria pesquisa mostra que os mais saudáveis ganham mais.

Deixo aqui embaixo o que muitos grandes executivos praticam para manter sua saúde e consequentemente aumentar a suas performances na empresa:

Mark Zuckerberg, CEO do Facebook. Em um Face-to-Face recente na rede social, o empresário afirmou que se exercita pelo menos três vezes por semana, geralmente assim que acorda. “Ficar em forma é muito importante. Fazer as coisas bem requer energia, e você só tem muito mais energia quando você está em forma”, escreveu em resposta a uma pergunta de Arnold Schwarzenegger.

Aaron Patzer, fundador da Mint.com. Responsável por um serviço online de gestão de finanças pessoais, Patzer acredita que a atividade física é fundamental para ser bem-sucedido. “Você não pode trabalhar 14 horas por dia sem um bom treino como pausa”, afirmou a Men’s Health. Além de levantar peso, correr e escalar, ele também sobe árvores desde os 3 anos de idade.

Nick Woodman, CEO da GoPro. O CEO mais bem pago dos Estados Unidos no ano passado se apaixonou pelo surfe quando tinha apenas 8 anos de idade — e nunca mais parou. Na faculdade, ele fazia parte de uma fraternidade (grupo universitário) com sede na praia, e surfava com seus amigos várias vezes por dia. Até hoje não abre mão das ondas. Foi justamente sua paixão pelo esporte que o levou a criar uma câmera para documentar a prática.

Sergey Brin, cofundador do Google. O agora presidente da holding do Google, a Alphabet, é um viciado em adrenalina. Entre alguns de seus passatempos favoritos, estão ginástica, mergulho de trampolim, trapezio circense, hóquei e frisbee. Brin é conhecido por estimular os funcionários a aprenderem a trabalhar em equipe por meio desses esportes.

Satya Nadella, CEO da Microsoft. Críquete é mais do que um simples esporte ou passatempo para o executivo — também ensina lições valiosas que influenciam a forma como Nadella trabalha. Ele praticou durante toda sua juventude. “Crescendo na Índia, o meu sonho de menino era jogar críquete profissionalmente”, disse ao Geekwire. “Mas em um certo momento, percebi que tinha atingido o meu limite e, felizmente, descobri minha próxima paixão na engenharia e na tecnologia.”

Jack Dorsey, CEO do Twitter. Se alguém entende o que é não ter tempo, esse alguém é Dorsey. Além de cuidar temporariamente do Twiter, ele é CEO da empresa de pagamentos Square. São 80 horas de trabalho por semana, segundo a CNN Money. Ainda assim, o empresário costuma tirar os sábados de folga, que é quando pratica hiking (caminhada). Para ele, domingos são dias de “reflexão, feedback e estratégia”.

Mark Cuban, investidor bilionário. O dono do time de basquete da NBA Dallas Mavericks faz treinos cardiorrespiratórios diariamente, afirmou ao Dallas Morning News. “Tento fazer durante pelo menos uma hora, seis ou sete dias por semana — levando em consideração que vou perder um dia ou dois de vez em quando por causa de viagens.”

Tim Cook, CEO da Apple. O executivo autodescreve-se como um louco por esportes, segundo um perfil dele do início deste ano na Fortune. Ele acorda todos os dias entre 4h30 e 5h da manhã, vários deles para malhar.

Elon Musk, CEO da Tesla e da SpaceX. Mesmo trabalhando cerca de 100 horas por semana, ele encontra tempo para praticar exercícios. Musk diz fazer duas vezes semanalmente treinos cardiorrespiratórios, além de levantar peso.

João Paulo Diniz do Grupo Pão de Açúcar É visto em várias provas de Triatlhon, mantendo uma rotina de treinos para ir bem nas provas.

Alexandre Accioly, Empresário Participa de muitas provas de corrida de rua e natação, encaixa na sua agenta agitada os seus horários de treino que o capacita para essas provas esportivas.

E aí, se insiprou em muitos desses cases de sucesso?

Pratique atividade física!

Até a próxima e… tchau!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *