França e EUA acreditam que suspeito de ataque recebeu treinamento no Iêmen

Geral

França e EUA acreditam que suspeito de ataque recebeu treinamento no Iêmen

Redação Folha Vitória

Washington - A inteligência dos EUA e da França acreditam que um dos dois atiradores no ataque na quarta-feira em Paris recebeu treinamento com armas no Iêmen, disseram autoridades norte-americanas. De acordo com os americanos, Disse Kouachi foi treinado em 2011. A inteligência francesa fez uma avaliação semelhante e compartilhou com as autoridades americanas.

Acredita-se que o treinamento foi realizado por um ramo da Al-Qaeda baseado no Iêmen, na Península Arábica, conhecido como AQAP. Autoridades norte-americanas disseram que estavam procurando eventuais laços permanentes entre os atacantes e a AQAP.

Ainda não foram encontrados indícios de que a AQAP dirigiu, ordenou ou acompanhou o ataque. "Nós sabemos que eles foram inspirados (pelo grupo), mas não sabemos a extensão a que foram associados com a Al-Qaeda", disse um funcionário da inteligência norte-americana. Fonte: Dow Jones Newswires.