Líbano suspeita que Estado Islâmico tenha realizado ataque que deixou 9 mortos

Geral

Líbano suspeita que Estado Islâmico tenha realizado ataque que deixou 9 mortos

Redação Folha Vitória

Beirute - O ministro do Interior do Líbano disse neste domingo que o grupo militante Estado Islâmico pode estar por trás de um bombardeio suicida na cidade de Tripoli que matou nove pessoas. Segundo a imprensa local, o ministro Nouhad Machnouk declarou que "informações preliminares indicam que o Estado Islâmico está por trás da explosão".

Um suicida atacou um café no bairro de Jabal Mohsen em Tripoli, região onde predominam pessoas do grupo étnico-religioso Alauita. Mais de 30 pessoas foram feridas na noite de sábado.

O Líbano tem vivido uma série de ataques e bombardeios suicidas desde que começou o conflito na vizinha Síria há quatro anos, com a revolta contra o presidente Bashar Assad. Confrontos começaram em Tripoli entre residentes de Jabal Mohsen, que apoiam Assad, e a maioria sunita do bairro de Bab al-Tabbaneh, os quais apoiam os rebeldes sírios.

A Frente Al-Nusra, ligada a Al-Qaeda, assumiu responsabilidade no Twitter pelo bombardeio de sábado, mas militantes do Estado Islâmico tem tentado adentrar círculos jihadistas no Líbano recentemente. A Frente Al-Nusra é ideologicamente rival ao Estado Islâmico, grupo que rompeu com a Al-Qaeda e se apresenta como um califado ao qual todos os muçulmanos devem obediência. Fonte: Associated Press.