• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Nova Venécia poderá ser o próximo município a decretar emergência por causa da seca

Geral

Nova Venécia poderá ser o próximo município a decretar emergência por causa da seca

A prefeitura de Nova Venécia pode ser a próxima a decretar situação de emergência por conta da forte seca que tem se agravado em todo o Estado

Seca atinge vários estados do Espírito Santo Foto: ​Divulgação

A prefeitura de Nova Venécia, Norte do Estado, pode ser a próxima a decretar situação de emergência por conta da forte seca que tem se agravado em todo o Estado. Nesta quarta-feira (28) o prefeito da cidade Mário Sérgio Lubiana se reuniu com representantes de sindicatos, indústria, comércio, Cesan, Defesa Civil, técnicos do Idaf e Incaper para discutir e buscar soluções em relação a seca. 

As principais atividades do município são a agricultura e a agropecuária que vêm sendo diretamente afetada pelo problema da seca e os mananciais locais também estão em baixa. 

“Não descartamos a possibilidade de o município decretar já na próxima semana, estado de emergência. Tudo vai depender de um trabalho técnico que está sendo realizado pela Defesa Civil. Essa estiagem está sendo pior que as registradas nas últimas décadas”, afirmou o prefeito

A estiagem no município já é considerada a mais crítica dos últimos 64 anos. A secretaria de Meio Ambiente alerta para o consumo consciente, e sugere que o agricultor racione água. Uma das medidas que poderá ser adotada é a irrigação noturna, quando a temperatura está mais amena e os recursos hídricos podem ser melhor aproveitados. 

Os municípios de Itapemirim e Cachoeiro de Itapemirim não tiveram outra saída, senão, decretar situação de emergência. Além das plantações de café, a estiagem no Estado tem afetado de forma preocupante o gado leiteiro. E o Rio Jucu, já enfrenta a pior seca desde a década de 60. Em Guarapari o prefeito da cidade decretou restrições ao uso de água.

O governo do Estado já anunciou medidas para enfrentar a seca. 

Sem chuva

Não choveu em Vitória em janeiro de 2015. A forte estiagem enfrentada pela capital do Espírito Santo faz com que o mês seja o pior desde 1924, que foi o ano em que a série histórica de precipitação foi iniciada pelo Instituto Nacional de Meteorologia (INMET).