• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Obama e Cameron falam contra novas sanções ao Irã

Geral

Obama e Cameron falam contra novas sanções ao Irã

Washington - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, prometeu vetar qualquer novo projeto que crie novas sanções econômicas contra o Irã até que as negociações sobre o programa nuclear iraniano acabem. Segundo Obama, novas medidas, neste momento, iriam prejudicar as conversas trazer os EUA mais próximos de um novo conflito militar.

As declarações foram feitas durante a conferência de imprensa conjunta com o primeiro-ministro britânico, David Cameron, e colocam o presidente em rota de colisão com congressistas de ambos os partidos, que apoiam novas sanções.

"Peço ao Congresso que esperam nossos negociadores e parceiros. Eles acreditam que novas ações podem colocar em perigo a possibilidade de uma solução diplomática", afirmou Obama. "Vetarei qualquer projeto que chegue a minha mesa."

Para Obama, uma nova rodada de sanções poderia prejudicar as negociações, uma vez que seriam interpretadas pelo Irã e outras nações envolvidas como má fé. Neste caso, os EUA poderiam ser responsabilizados pelo fracasso diplomático, o que aumentaria a possibilidade de um conflito militar com o Irã.

Cameron também pediu aos congressistas para não criarem novas sanções. Este foi um dos principais assuntos discutidos na reunião dos dois líderes esta sexta-feira, na Casa Branca.

Obama afirmou que as chances de se chegar a um acordo são menores que 50%, e que os próximos meses de negociação irão determinar o futuro das relações com o Irã. Caso um acordo não seja possível, ele irá pedir ao Congresso por novas sanções.

"Podemos não conseguir um acordo, mas temos a chance de resolver esse assunto pacificamente", disse Obama. Fonte: Dow Jones Newswires.