Obama se diz "profundamente preocupado" com crise na Ucrânia

Geral

Obama se diz "profundamente preocupado" com crise na Ucrânia

Redação Folha Vitória

Nova Delhi - O presidente dos EUA, Barack Obama, diz que sua administração está "profundamente preocupada" com os últimos acontecimentos no leste da Ucrânia. Ele afirma que continuará tentando isolar a Rússia e examinará alternativas para o conflito.

As sanções econômicas contra a Rússia impostas pelos EUA e pela Europa não foram suficientes para eliminar o apoio da Rússia a rebeldes ucranianos.

Segundo autoridades, foguetes mataram ao menos 30 pessoas na cidade de Mariupol ontem.

A Rússia diz que não estar apoiando os rebeldes, mas oficiais militares dizem que o número de armas pesadas sob controle dos rebelde conta uma história diferente. Fonte: Associated Press