Ofensiva do Estado Islâmico mata um general curdo e oito soldados no Iraque

Geral

Ofensiva do Estado Islâmico mata um general curdo e oito soldados no Iraque

Redação Folha Vitória

Kirkuk - Uma série de ataques realizados por milícias do grupo extremista Estado Islâmico mataram um general do exército curdo e seis soldados nesta sexta-feira, afirmaram oficiais.

Em outras partes do país, 27 pessoas morreram em ataques realizados pelos extremistas, incluindo uma explosão em um mercado de rua e um homem bomba que explodiu ao lado de um posto de vigilância controlado por milícias pró-governo.

Forças do governo e o exército curdo tentam expulsar o Estado Islâmico de Kirkuk, há cerca de 290 quilômetros de Bagdá. Hoje, um carro bomba explodiu em frente a um hotel vazio que fica ao lado do quartel policial da cidade, ferindo duas pessoas. Imediatamente, três homens entraram no prédio e começaram a atirar sobre alvos policiais e curdos. Segundo autoridades, eles morreram durante a troca de tiros.

O exército curdo afirmou mais tarde que o general peshmerga Shirko Fatih foi morto em confronto com os extremistas no sul da cidade.

A "rápida deterioração" da situação na cidade fez a missão de assistência da ONU no Iraque anunciar que iria evacuar todo o seu estafe estrangeiro. Com isso, as atividades de ajuda humanitária foram paralisadas.

Kirkuk está localizada em uma região rica em petróleo, e é habitada por árabes, curdos e turcos. Os curdos querem incorporar a cidade ao seu território autônomo no Iraque, e enfrenta forte oposição das outras etnias. Fonte: Associated Press.