Presidente deposto do Iêmen pede novas eleições

Geral

Presidente deposto do Iêmen pede novas eleições

Redação Folha Vitória

Sanaa - O ex-presidente do Iêmen, Ali Abdullah Saleh, pediu hoje que o governo convoque eleições presidenciais e para o parlamento do país.

Saleh, que foi deposto em 2012, é suspeito de envolvimento com a milícia xiita Houthis, que recentemente lançou uma ofensiva na capital para forçar o presidente Abed Rabbo Mansour Hadi a conceder mais poder político ao grupo. O rebeldes fazem parte da seita Zaidi, uma ramificação do islamismo xiita, e há muito tempo reclamam de discriminação por parte das autoridades da capital.

Após dois dias de intenso conflito em Sanaa, em que os Houthis tomaram o palácio presidencial sitiavam a residência presidencial, Hadi e os rebeldes chegaram a um acordo para por fim ao impasse na capital. O paradeiro de Hadi, que é apoiado pelos Estados Unidos, continua desconhecido.

O Houthis decidiu usar a força militar depois que as negociações para compartilhar mais poder fracassaram, na semana passada. Desde então, eles tomaram as principais instalações do governo, do exército e da mídia iemenita.

O grupo, entretanto, parece relutante em depor Hadi e governar o país mais pobre do Oriente Médio. O Iêmen tem 25 milhões de habitantes, a maioria sunita, que enxergam os Zaidi como heréticos. Fonte: Dow Jones Newswires.