Ford diz que pretende continuar reuniões com Trump, apesar de críticas a decreto

Geral

Ford diz que pretende continuar reuniões com Trump, apesar de críticas a decreto

Redação Folha Vitória

Nova York - O CEO da Ford, Mark Fields, disse que está disposto a continuar se reunindo com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, apesar de ter emitido uma declaração nesta segunda-feira, na qual critica o decreto do republicano de proibir imigrantes de sete países de entrarem em terirtório americano.

Questionado pela CNN sobre o assunto, Fields afirmou que "nós sempre seremos diretos como uma empresa". O CEO da Ford, no entanto, não respondeu diretamente a uma questão sobre se via o decreto de Trump como uma proibição aos imigrantes muçulmanos, mas ressaltou que via a nova política de Trump como "algo contra os nossos valores fundamentais como empresa". Fonte: Dow Jones Newswires.