Linhares tem unidade de saúde exclusiva para vacinação contra febre amarela

Geral

Linhares tem unidade de saúde exclusiva para vacinação contra febre amarela

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, as doses de imunização estão sendo distribuídas na unidade de saúde referência do município que é a do bairro Araçá

As vacinas, que são distribuídas das 7h às 11h, seguem sendo fornecidas com prioridade a quem for viajar para áreas de risco onde há a recomendação da vacina Foto: Divulgação/Prefeitura

A vacinação contra a febre amarela foi retomada em Linhares desde o último dia (25). De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, as doses de imunização estão sendo distribuídas na unidade de saúde referência do município que é a do bairro Araçá.

Segundo a superintendente em vigilância de saúde da prefeitura, Dóris Schimidt Corona, as vacinas, que são distribuídas das 7h às 11h, seguem sendo fornecidas com prioridade a quem for viajar para áreas de risco onde há a recomendação da vacina. 

Dóris explica que é indispensável a apresentação do cartão de vacinação quando se dirigir até a unidade de saúde além de um documento que comprove a viagem para a cidade destino que esteja incluída entre as áreas de risco.  A medida visa evitar a vacinação indiscriminada diante da grande procura pelo imunizante na rede básica de saúde. Linhares recebe uma cota mensal de 150 doses. "Quem mora em Linhares não precisa ser vacinado, a menos que vá se deslocar para regiões com recomendação da vacina", destaca. 

A Superintendente adverte sobre os riscos da vacinação indiscriminada. Apesar de ser reconhecidamente como uma das vacinas mais eficazes e seguras, eventos adversos graves têm sido notificados e estão relacionados ao imunizante, como por exemplo, problemas neurológicos. Uma equipe de enfermeiros da secretaria municipal de Saúde estará na Unidade de Saúde do Araçá orientado os pacientes sobre as indicações, precauções e contraindicações antes de tomar a vacina. Idosos, gestantes e lactantes são grupos que, para se vacinar, necessitam de relatório médico.

"Por isso até mesmo quem for viajar para as áreas de risco deve observar as indicações, precauções e contraindicações antes de tomar a vacina. Se for a primeira dose ela deve ser aplicada pelo menos dez dias antes da viagem, para que o organismo produza anticorpos contra a doença", explica Dóris. Paralelo a vacinação, conforme a superintendente, a Prefeitura está intensificando as ações de combate e prevenção ao aedes aegipty, mosquito transmissor da doença.

O que é a febre amarela?
A febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um vírus, que pode levar o indivíduo infectado à morte em cerca de uma semana se não for tratada rapidamente. De acordo com Ministério da Saúde, a doença é transmitida por mosquitos e é comum em macacos, que são os principais hospedeiros do vírus.

Quais são os sintomas da febre amarela?
Os sintomas iniciais incluem febre de início súbito, calafrios, dor de cabeça, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza. Em casos graves, a pessoa pode desenvolver febre alta, icterícia (coloração amarelada da pele e do branco dos olhos), hemorragia e, eventualmente, insuficiência de órgãos. Entre 20% e 50% das pessoas que desenvolvem a doença grave podem morrer. A febre amarela pode levar à morte em cerca de uma semana, se não for tratada rapidamente.