• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Número de casos suspeitos de febre amarela no Espírito Santo sobe para 11

Geral

Número de casos suspeitos de febre amarela no Espírito Santo sobe para 11

Segundo a Sesa, 11 municípios capixabas foram acrescentados à área de bloqueio à doença. Com isso, são 37 as cidades do Estado que vão vacinar preventivamente toda a população

Espírito Santo já tem 11 casos suspeitos de febre amarela Foto: R7

O número de casos suspeitos de febre amarela no Espírito Santo subiu de oito para 11, informou nesta sexta-feira (20) a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). A secretaria, no entanto, destacou que todos esses pacientes têm quadro indicativo também de uma série de outras doenças e que as suspeitas de febre amarela no Estado, em humanos e em macacos, ainda precisam ser confirmadas. Os diagnósticos só devem começar a sair a partir da semana que vem. 

Além disso, a Sesa anunciou que 11 municípios foram acrescentados à área capixaba de bloqueio à febre amarela: Marilândia, Domingos Martins, Itarana, Santa Teresa, Castelo, Iconha, Muniz Freire, Águia Branca, São Domingos do Norte, Santa Leopoldina e Santa Maria de Jetibá. Com isso, são 37 as cidades capixabas que vão vacinar preventivamente toda a população.

A área foi ampliada porque mais macacos foram encontrados mortos nessas regiões. No entanto, o secretário estadual de Saúde, Ricardo de Oliveira, prefere não especificar quantos.

"Hoje mesmo tivemos a notícia de que encontraram um [macaco] enforcado. Então eu de novo quero apelar à população e dizer que o macaco não é o culpado. O culpado é o mosquito. O macaco, pelo contrário, nos ajuda, porque a morte dele é um aviso sentinela de que ali pode estar acontecendo alguma coisa e nos permite tomar medidas de precaução, como estamos tomando agora, para proteger os seres humanos", frisou o secretário.

Ainda de acordo com a Sesa, para impedir que a doença chegue ao Espírito Santo, a secretaria pediu mais 500 mil doses da vacina para distribuir aos municípios. As vacinas chegam na próxima semana. Parte delas vai para os 11 municípios acrescentados à área de vacinação preventiva e a outra parte do lote vai repor os estoques de unidades de saúde de todo o Estado, incluindo a Grande Vitória.

"A solicitação que estamos fazendo ao Ministério da Saúde é para esses 11 municípios que estão sendo incluídos e também para aumentar a distribuição para os outros municípios, para atender as pessoas que vão viajar", ressaltou Oliveira.

Outras 150 mil doses chegaram nesta quinta-feira (19) no Espírito Santo e estão sendo distribuídas. Fora da região de bloqueio, elas continuam sendo aplicadas apenas em quem vai viajar para áreas de risco.

A orientação do secretário de saúde é que as pessoas não viagem para regiões de mata e combatam o mosquito Aedes Aegypti, que pode transmitir a febre amarela em áreas urbanas.

"Precisa fazer uma vez por semana, durante dez minutos apenas, uma vistoria na sua casa, para ver se tem foco do mosquito Aedes Aegypti. Se fizer isso, está dando uma colaboração muito grande para combater a febre amarela, a dengue, a zika e a chikungunya, além de se proteger, proteger o vizinho e a população toda", destacou Oliveira.