Produtos da agricultura familiar vão reforçar a qualidade da merenda em Linhares

Geral

Produtos da agricultura familiar vão reforçar a qualidade da merenda em Linhares

Durante o ano letivo de 2017, as 109 escolas da rede municipal irão receber produtos provenientes das associações de agricultores familiares do município

Para a educação infantil serão oferecidas quatro refeições diárias Foto: Divulgação

Durante o ano letivo de 2017, as 109 escolas municipais de Linhares irão receber produtos provenientes das associações de agricultores familiares do município, no  âmbito do Programa Nacional de Alimentação Escolar. Entre os alimentos que entrarão no cardápio das crianças estão filé de tilápia, abóbora, aipim, feijão e banana da terra, além de outros itens que o município possui vocação agrícola e encontram-se em processo de negociação. De acordo com a diretora de alimentação escolar da Prefeitura de Linhares, Sandra Favalessa, os produtos seguem um rigoroso processo de produção, acondicionamento e transporte, atendendo às normas da Vigilância Sanitária.

Ao todo, para a educação infantil serão oferecidas quatro refeições diárias (desjejum, almoço, lanche da tarde e jantar), enquanto no cardápio do ensino fundamental será oferecida uma refeição nos turnos matutino e vespertino. Durante a merenda também serão oferecidas porções adequadas para cada modalidade de ensino. 

O cardápio será diferenciado para os alunos que apresentam diabetes, intolerâncias e alergias alimentares e para portadores de necessidades especiais. Os cardápios serão elaborados por três nutricionistas do Departamento de Alimentação Escolar. 

De acordo com a secretária municipal de Educação, Maria Olímpia Dalvi Rampinelli, a intenção é contribuir para a formação de hábitos saudáveis, crescimento, aprendizagem, rendimento escolar e desenvolvimento dos alunos. Ela destaca que Linhares seguirá com rigor a resolução 26 do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que dispõe sobre o atendimento da alimentação escolar aos alunos da educação básica no âmbito do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

"A resolução destaca o fortalecimento da Agricultura Familiar e sua contribuição para o desenvolvimento social e econômico local. Com isso, a rede municipal adota políticas e ações que visam para promover e garantir a segurança alimentar e nutricional da população, como disposto na Lei n° 11.346, de 15 de setembro de 2006, que cria o Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional", lembrou Maria Olímpia.

Além disso, a Prefeitura de Linhares diz que vai priorizar a lei 11.947/2009, cuja previsão é que do total dos recursos financeiros disponibilizados para a merenda escolar, no mínimo 30% sejam utilizados na aquisição de gêneros alimentícios diretamente da agricultura familiar e do empreendedor familiar rural ou de suas organizações, priorizando os assentamentos da reforma agrária, por exemplo.

No entanto, para reforçar o preparo da merenda, a secretaria municipal de Educação e Cultura, através da equipe de nutricionistas, também promoverá capacitação para merendeiras, abordando às boas práticas de manipulação e técnicas de preparo para elaboração das refeições.