• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Há mais de 20 anos, passagem de caminhões causa prejuízos em Santa Teresa

Geral

Há mais de 20 anos, passagem de caminhões causa prejuízos em Santa Teresa

Prefeitura ainda estuda rota alternativa e diz que nada será feito até conclusão de um estudo técnico

Foto: arquivo pessoal
Caminhão pesado circulando pela cidade

Há mais de 20 anos, o trânsito de caminhões de grande porte pelo município de Santa Teresa, na região Serrana do estado, tem causado transtornos aos moradores da cidade. Segundo a representante da Associação de Moradores de Santa Teresa, Andrea Gasparini Maciel, a passagem dos veículos já danificou hidrante, fachada de casa e causou rachaduras nas paredes de prédios históricos.

"Primeiro, houve todo um processo de incentivo de plantio de eucalipto, mas nenhuma política pública foi feita para barrar o trânsito. Com isso, vários caminhões com cargas diversas começaram a passar pela cidade. Existe uma rota alternativa, mas o trajeto possui 8 km a mais e a estrada não é asfaltada", afirma Andrea.

O prefeito do município, Gilson Amaro, afirmou que, no momento, não trabalha com a possibilidade de restringir completamente a passagem dos caminhões pela cidade, mas pretende implementar regras que impõe limites para o tráfego como medida paliativa.

Foto: arquivo pessoal
Prédios históricos danificados por causa de incidentes envolvendo caminhões na cidade

"Nós trabalhamos com vários interesse envolvidos e, no momento, não vemos a possibilidade de restringir completamente a passagem de caminhões por Santa Teresa. Como medida paliativa, pretendemos fazer a implementação de regras para impor limites para o tráfego dos caminhões dentro da cidade", diz Amaro.

De acordo com o prefeito, nada será feito até que um estudo técnico seja realizado. "Vamos conversar com o Detran sobre a rota alternativa, mas ainda não sabemos qual será. A alternativa é a construção do contorno. Já contratamos o processo de viabilidade e estamos esperando o processo de execução da obra", complementa.

Por meio de nota, o Departamento de Estradas de Rodagem do Espírito Santo (DER) informou que o decreto que impede a circulação de caminhões em áreas de Santa Teresa é municipal e não estadual. Sobre as placas de sinalização, o DER, como órgão estadual, afirmou que não recebeu nenhuma solicitação para instalação das placas.

Proibição

No último sábado (12), entrou em vigor um decreto da prefeitura que proíbe manobra e estacionamento de caminhões sobre as calçadas do município. De acordo com o decreto, a prefeitura adotará medidas cabíveis para coibir a prática. Uma delas será a instalação de balizadores sobre as calçadas.

"Os caminhões sobem nas calçadas, porque não conseguem curvar devido ao tamanho dos veículos. Em 2002 os caminhões eram menores e já subiam sobre as calçadas. Hoje, os caminhões que circulam sobre as calçadas são de cerca de 15 metros e não cabem na cidade, que continua com suas ruas estreitas da época de sua fundação", comenta Andréa.