• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Protesto de pescadores termina, mas trem de passageiros não sai de Cariacica nesta quarta-feira

Geral

Protesto de pescadores termina, mas trem de passageiros não sai de Cariacica nesta quarta-feira

A circulação deve ser realizada no trajeto entre Belo Horizonte e Governador Valadares, em Minas Gerais, nos dois sentidos

Foto: Divulgação

Depois de ter a operação cancelada na terça-feira (15), o trem de passageiros da Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM) deve operar com circulação restrita nesta quarta-feira (16). A circulação deve ser realizada no trajeto entre Belo Horizonte e Governador Valadares, em Minas Gerais, nos dois sentidos.

De acordo com informações da estação de Baixo Guandu, o protesto de pescadores, que começou na última segunda-feira (14), encerrou na noite de terça. No entanto, o trem de passageiros que sai de Cariacica já estava em Governador Valadares, para operar no sistema emergencial. O trem que saiu de Belo Horizonte para o Espírito Santo já está funcionando normalmente.

A Vale informou que a manifestação na EFVM, por manifestantes, em Baixo Guandu, noroeste do estado, provocou prejuízos. Segundo a empresa, desde o início da paralisação, na segunda-feira (14), cerca de 2,5 mil passageiros foram prejudicados por não poderem embarcar no trem ou por terem que completar seus trajetos em ônibus.

A empresa garante que quem não conseguiu embarcar pode reagendar o bilhete ou pedir o reembolso do valor investido na compra da passagem. Para isso, é preciso se dirigir, no prazo de até 30 dias, a qualquer uma das estações localizadas ao longo da estrada de ferro. Mais informações podem ser solicitadas por meio do Alô Ferrovias, pelo telefone 0800 285 7000.

A Vale reforça ainda que a interdição da EFVM também interfere na economia do país. Segundo a empresa, a cada 24 horas sem operação, a ferrovia deixa de movimentar o equivalente à carga de quase 12 mil carretas de produtos diversos, como minério de ferro, combustível, grãos, carvão e fertilizantes. São produtos que atendem a indústrias do Espírito Santo, Minas Gerais e São Paulo ou que têm como destino o mercado externo.