Covid-19: relatório aponta mais 108 infectados e três mortes em asilos no Espírito Santo

CORONAVÍRUS

Geral

Covid-19: relatório aponta mais 108 infectados e três mortes em asilos no Espírito Santo

Dados foram contabilizados até o último dia 13, portanto antes de residentes e funcionários dessas instituições começarem a receber a vacina contra a doença

Foto: Divulgação

Mais 108 casos de covid-19 e três mortes em decorrência da doença foram registrados em instituições de longa permanência de idosos — como asilos, por exemplo — no Espírito Santo, segundo o relatório mais recente do Centro de Apoio Cível e de Defesa da Cidadania (CACC), do Ministério Público do Espírito Santo (MPES).

Os residentes e funcionários dessas instituições estão entre os grupos prioritários nesta primeira fase de vacinação contra o novo coronavírus. No entanto, a vacinação nesses locais, no estado, começou apenas na terça-feira (19) e o relatório do MPES compreende o período entre 16 de dezembro e o último dia 13.

Com os novos registros, subiu para 1.206 o número de infectados nessas instituições, sendo 666 idosos e 540 funcionários. Entre um levantamento e outro, foram contabilizados mais 43 casos de covid-19 nos residentes desses locais, verificados nas cidades de Afonso Cláudio, Vila Velha, São Mateus, Aracruz, Cachoeiro de Itapemirim, Bom Jesus do Norte, Cariacica e Viana. Já entre os trabalhadores, foram 65 novos diagnósticos, relatados em Vila Velha, Afonso Cláudio, Aracruz, São Mateus, Vitória, Serra, Colatina, Guaçuí, Bom Jesus do Norte, Linhares, Mimoso do Sul e Nova Venécia.

Ainda de acordo com o relatório, os três novos óbitos foram registrados em Afonso Cláudio, Aracruz e Viana. Com isso, subiu para 108 o total de mortes causadas pelo coronavírus entre idosos residentes e trabalhadores das instituições de longa permanência. Os levantamentos começaram a ser feitos nesses locais, pelo MPES, no dia 24 de abril do ano passado.

De acordo com o Ministério Público, as ILPI's de Vila Velha foram as que registram mais casos de contaminações de idosos e funcionários, com 141 idosos residentes e 155 trabalhadores infectados. O município canela-verde também é o que tem mais registros da doença no geral, com 37.401 casos, segundo o Painel Covid-19, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

Em Vitória, foram registrados 88 casos entre residentes e 58 casos entre funcionários das instituições de longa permanência de idosos. Na Serra, são 87 residentes e 63 funcionários contaminados.

O CACC possui registro de 95 instituições que respondem ao formulário de verificação de casos, situadas em 36 municípios do Estado. Desse total, 81 serviços de permanência reportaram contaminação por covid-19 entre os residentes ou trabalhadores ou óbitos de usuários, até o último dia 13. Nessa data, 2.061 pessoas idosas residiam nesses serviços.