'Não tenham medo', diz primeira capixaba a receber dose da vacina contra o coronavírus

VACINAÇÃO NO ESPÍRITO SANTO

Geral

'Não tenham medo', diz primeira capixaba a receber dose da vacina contra o coronavírus

Iolanda Brito, de 55 anos, recebeu a primeira dose da CoronaVac exatamente duas horas depois de o imunizante chegar ao Espírito Santo

Foto: Governo do Estado

"Presenciei muitos dias de luta e pude contribuir. E agora eu sou uma das primeiras a viver dias de glória". A frase foi dita pela técnica de enfermagem Iolanda Brito da Silva dos Santos, de 55 anos, a primeira pessoa a ser vacinada contra a covid-19 no Espírito Santo. Ela recebeu uma dose da CoronaVac, na noite desta segunda-feira (18), durante o evento que marcou o início da vacinação contra o coronavírus no estado, realizado no Hospital Jayme dos Santos Neves, na Serra.

A técnica de enfermagem, que trabalha no hospital, recebeu a vacina por volta das 20h20, exatamente duas horas depois de as vacinas chegarem ao Aeroporto de Vitória. Após ser imunizada, Iolanda não escondeu a felicidade. 

"Hoje pela manhã, minha gerente anunciou que eu seria a primeira profissional de saúde aqui do Jayme a tomar a vacina. Fiquei muito feliz. Graças a Deus chegou a solução para o povo brasileiro, depois de tantas mortes. Muitas mortes vão ser evitadas por meio dessa vacina. Não tive nenhum pingo de medo e peço que o povo não tenha medo. A vacina não dói. A única coisa que essa vacina vai fazer é evitar que você morra de coronavírus", afirmou Iolanda.

A técnica de enfermagem é mãe de quatro filhos e antes de começar a atuar no Jayme dos Santos Neves, trabalhava como auxiliar de serviços gerais. Após concluir o curso de técnica de enfermagem, ela foi contratada pelo hospital. 

Outros profissionais de saúde

Além de Iolanda, mais cinco profissionais de saúde foram vacinados, durante o evento desta segunda-feira, no Jayme dos Santos Neves. Todos eles atuam no hospital.

Foram vacinados: a fisioterapeuta Thais Fonseca Silva, 37 anos; o médico intensivista Romerson Ribeiro Silva, 32 anos; a enfermeira Eliane Palles Luz, de 51 anos; a auxiliar de serviços gerais Sabrina Bital Martins, 39 anos; e a técnica de enfermagem e vacinadora, Elizelia Bicalho, 68 anos.

De acordo com o governador Renato Casagrande, mais profissionais da área de saúde do Jayme dos Santos Neves, e também de outros hospitais do Estado, que atuam na linha de frente contra a covid-19, serão vacinados nesta terça-feira (19). Também ao longo do dia, as vacinas começarão a ser distribuídas aos municípios capixabas.

A expectativa é de que as doses que chegaram nesta segunda-feira sejam suficiente para imunizar, inicialmente, cerca de 48 mil pessoas no estado. Isso porque a CoronaVac exige a aplicação de duas doses, em um intervalo entre 14 e 28 dias.

Chegada das vacinas

O avião carregado com as 101.320 mil doses da vacina contra a covid-19, disponibilizadas pelo Ministério da Saúde ao Espírito Santo, pousou no Aeroporto de Vitória às 18h20 desta segunda-feira. A carga com os imunizantes foi trazida em um voo da Azul Linhas Aéreas, que saiu do Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, no final da tarde.

Assim que aterrissou no aeroporto da capital capixaba, a carga com as vacinas foi colocada em dois caminhões, para ser levada para o Jayme dos Santos Neves. Os imunizantes foram encaminhados, por volta das 19 horas, para o hospital. Viaturas da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Polícia Federal fizeram a escolta da carga durante o trajeto.