Pacientes de Manaus ficarão em ala isolada do hospital Jayme Santos Neves, na Serra

Geral

Pacientes de Manaus ficarão em ala isolada do hospital Jayme Santos Neves, na Serra

A previsão é que cerca de 36 pacientes manauaras sejam atendidos pela rede de saúde do Espírito Santo

Foto: governo do ES

Na noite desta quinta-feira (21), chegaram ao Espírito Santo os primeiros pacientes transferidos do estado do Amazonas, que vão dar continuidade ao tratamento contra a covid-19 em solo capixaba. Foram 18 pacientes, sendo 10 homens e 08 mulheres, acolhidos por conta da atual situação de grave crise sanitária na cidade de Manaus.

Todos os pacientes foram encaminhados para uma das unidades de referência no tratamento da doença no Espírito Santo, o Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves, onde devem ficar em uma ala isolada, por terem vindo de outro estado. Cada um deles passou por uma avaliação médica, para a definição se serão encaminhados para leitos de UTI ou enfermaria.

A chegada dos pacientes ocorreu por volta das 20h30, quando um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) pousou no Aeroporto de Vitória. Os dois mais graves foram levados primeiros por ambulâncias que já estavam no local. Ao todo, seis viaturas da PRF fizeram a escolta e saíram em comboio, fechando a pista para ajudar a passagem das ambulâncias.

Está prevista, ainda, a chegada de mais um avião, também com cerca de 18 pacientes ao Espírito Santo, totalizando 36 pacientes vindos do estado da região Norte do Brasil. Até o início da manhã desta sexta-feira (22), ainda não havia a confirmação da chegada do novo grupo.

Na semana passada, o governador Renato Casagrande, disponibilizou 30 leitos de UTI para pacientes de Manaus que precisassem ser transferidos. A Secretaria de Estado da Saúde disse que o Espírito Santo possui 150 leitos de UTI para o tratamento contra a covid-19 e que a chegada dos pacientes manauaras não vai comprometer o atendimento aos capixabas.

*Com informações do repórter Waslley Leite, da TV Vitória/Record TV