Pronto Socorro do HPM interrompe atendimento ao público por falta de médicos

Geral

Pronto Socorro do HPM interrompe atendimento ao público por falta de médicos

De acordo com o hospital, o atendimento será retomado neste domingo (10)

Foto: Reprodução TV Vitória

Por falta de médicos, o Pronto Socorro do Hospital da Polícia Militar (HPM), em Vitória, interrompeu o atendimento ao público. De acordo com o hospital, a falta de profissionais no plantão é causada pela pandemia do novo coronavírus.

Os pacientes que procuraram atendimento na unidade, neste sábado (09), foram informados pelo oficial que fica na guarita do hospital que não haviam médicos. O Pronto Socorro recebeu pacientes até as 19 horas desta sexta-feira (08). O atendimento foi suspenso durante a madrugada e só será retomado neste domingo (10).  

Em nota, o HPM informou que, por causa da falta de profissionais para assumirem alguns plantões neste início de ano, a rotina de atendimentos no Pronto Socorro precisou ser alterada. 

O atendimento aos pacientes no Pronto Socorro é realizado até às 19 horas de sexta-feira. No sábado, não haverá atendimento durante o dia e madrugada. O atendimento é retomado no domingo. 

A Polícia Militar também enviou uma nota de esclarecimento. Apesar da falta momentânea de médicos plantonistas em alguns turnos, a PM garante que não haverá prejuízo ao tratamento dos pacientes. A nota esclarece, ainda, que os demais serviços oferecidos pelo hospital não foram alterados e ressalta que o fato é pontual e atípico, em consequência da pandemia.

A PM explicou que está administrando os impactos nos atendimentos ocorridos em consequência da pandemia e que, recentemente, o Governo do Estado nomeou nove novos médicos dentro do quadro dos profissionais de saúde da Polícia Militar do Espírito Santo.

*Com informações da repórter Milena Martins, da TV Vitória/Record TV.