Vacina: 2ª dose para aplicação em grupo prioritário será enviada aos municípios do ES em fevereiro

VACINAÇÃO NO ESPÍRITO SANTO

Geral

Vacina: 2ª dose para aplicação em grupo prioritário será enviada aos municípios do ES em fevereiro

De acordo com o Programa Estadual de Imunizações, da Sesa, 3.489 pessoas já receberam a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus no Espírito Santo

Foto: Divulgação

As mais de 101 mil doses da vacina contra a covid-19, recebidas pelo Espírito Santo, já estão sendo aplicadas nas pessoas do grupo prioritário. Profissionais da Saúde que atuam na linha de frente, idosos em casas de repouso e indígenas que vivem em aldeias já estão rebendo a primeira dose. Esta primeira fase da campanha deve ser encerrada na próxima semana.

Para garantir a aplicação das duas doses necessárias para cada pessoa, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), distribuiu, aos 78 municípios capixabas, apenas o suficiente para a primeira aplicação. O intervalo de tempo entre as doses será de quatro semanas. Para a aplicação da segunda dose, uma nova distribuição às Regionais deve ocorrer na segunda semana do mês de fevereiro.

De acordo com os dados do Programa Estadual de Imunizações, da Sesa, 3.489 pessoas já receberam a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus no Espírito Santo. Os dados são referentes às vacinas aplicadas até as 15h desta quarta-feira (20).

Alguns municípios iniciaram a vacinação ainda na terça-feira (19), quando o Governo do Estado iniciou a distribuição das doses da CoronaVac, do Instituto Butatan, para atender ao público-alvo definido pelo Plano Nacional de Vacinação (PNI) na primeira etapa da fase 1 da campanha de vacinação.

Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19

Para a primeira etapa da fase 1, a imunização se dará pelos trabalhadores da saúde (42.273); pessoas maiores de 60 anos residentes em instituições de longa permanência (2.970); pessoas maiores de 18 anos com deficiência residentes em Residências Inclusivas (210) e indígenas aldeados (2.793), em conformidade com os cenários de disponibilidade da vacina. O público idoso acima dos 75 anos não institucionalizados (155.760 capixabas) será contemplado com a disponibilidade de mais imunizantes, na segunda etapa da fase 1.

Ainda segundo determinações do Ministério da Saúde, a população-alvo da campanha nacional de vacinação contra a Covid-19 foi priorizada seguindo os critérios de exposição à infecção, além de maiores riscos para agravamento e óbito pela doença. O escalonamento desses grupos populacionais para vacinação se dará conforme a disponibilidade das doses de vacina.

Em relação à imunização dos profissionais da saúde, os critérios utilizados, segundo a Resolução CIB N° 007/2021, leva-se em consideração: os profissionais vacinadores; os das Instituições de Longa Permanência para Idosos; os trabalhadores de Unidades de Terapia Intensiva Covid-19, dos hospitais referências; trabalhadores da Urgência e Emergência; enfermaria dos hospitais Covid-19; e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU); profissionais da sala vermelha de Unidades de Pronto Atendimentos (UPAs e PAs); e profissionais dos Centros de Referência para a Covid-19, na Atenção Básica.