Vacina de Oxford começa a ser aplicada em profissionais da Saúde em Vitória

Geral

Vacina de Oxford começa a ser aplicada em profissionais da Saúde em Vitória

Neste primeiro dia, serão 60 profissionais imunizados. Prefeito promete incluir idosos acima de 75 anos quando o número de doses for ampliado



Foto: Reprodução TV Vitória

Após a aplicação das primeiras doses da Coronavac, a capital capixaba deu início à vacinação contra a covid-19 em profissionais da Saúde com o imunizante da Oxford/AstraZeneca na manhã desta terça-feira (26). Na tarde desta segunda-feira (25), 7.390 doses da vacina foram entregues ao município.

A primeira pessoa a ser vacinada foi a técnica de Enfermagem Ana Cristina Machado, de 54 anos.  A imunização foi feita na unidade de Saúde do Forte São João. Para ela, o momento é de muito orgulho. "Estamos precisando dessa proteção na área da Saúde. Nossa atividade é receber o paciente com sintomas da covid-19. Temos o primeiro contato com ele, antes de enviar para o médico. É uma vacina que vem para nos presentear", declarou.

Neste primeiro dia, serão 60 profissionais imunizados na capital do Espírito Santo. Segundo a secretária de Saúde, Thais Cohen, com a chegada dos lotes da vacinas de Oxford, a previsão é ampliar e agilizar a imunização entre os públicos prioritários. "Com esse quantitativo, somado ao anterior (CoronaVac), temos a expectativa de atingir 60% dos trabalhadores de saúde. Gradativamente, estamos evoluindo para as novas prioridades e etapas da vacinação", explica.

A secretária ainda reforçou que, neste momento, não há lotes para a população em geral. "É importante a população estar ciente que se trata de uma vacinação interna. Tanto nas unidades de Saúde, quanto nos hospitais, serão vacinados, primeiro, os profissionais", disse.

Já o prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini, lembrou que os profissionais da Saúde são prioridade. "Neste momento, iremos cuidar de quem cuida de nós", afirmou, recordando que este público-alvo é formado por 21 mil pessoas. 

Pazolini não deu datas e prazos mas acredita que brevemente haverá a inclusão de idosos acima de 75 anos e que não estão em casas de repouso ou asilos. "Nós estamos muito otimistas porque chegou uma nova remessa da vacina ontem à noite (segunda). Em breve, teremos novidades. Aí, nós faremos também o atendimento em casa, para aqueles que não podem se locomover", planeja. Ele também anunciou que haverá uma logística de imunização nas próximas etapas que inclua marcação de horário, QR code e vacinação em drive thru. "As pessoas não precisam procurar as unidades de saúde. Entendemos o momento mas há toda uma equipe técnica especializada e preparada e que certamente vai continuar cuidando com muito zelo de todos nós", finalizou.

Vacinação em Vitória

Em uma semana de vacinação contra o novo coronavírus, Vitória já imunizou 4.700 pessoas com a CoronaVac. José Firmino, de 93 anos, foi a primeira pessoa vacinada contra Covid-19 na capital. Natural de Governador Valadares (MG), ele mora no Asilo dos Idosos de Vitória desde 2000, quando deixou a condição de pessoa em situação de rua. "Estava esperando há muito tempo por essa vacina. Senti muita firmeza com a vacinação e agora me sinto muito melhor".

Com informações do repórter Lucas Pisa, da TV Vitória/Record TV