Impulsionado pelo empreendedorismo, setor de franquias cresce em 2021

Dino

Geral

Impulsionado pelo empreendedorismo, setor de franquias cresce em 2021

Franquias já correspondem a 2,7% do PIB nacional e empregam mais de 1 milhão de trabalhadores

Foto: Divulgação/DINO

A pandemia afetou diretamente a economia brasileira e um dos impactos dos últimos períodos é o crescimento do setor de franquias. De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o franchising já corresponde a 2,7% do PIB nacional.

Em 2021, segundo informam a ABF e o Sebrae, o impulsionamento do setor foi significativo: houve um crescimento de 48,3% no segundo trimestre em comparação ao mesmo período de 2020. Já a busca feita por jovens que querem montar franquias passou de 10,2% em março de 2020 para mais de 21% em maio do ano passado.

A alta procura por esse tipo de empreendimento está associada a alguns dados de 2020, primeiro ano da pandemia. Naquele período, o índice de fechamento de franquias foi três vezes menor que o de microempresas e duas vezes menor que empresas de pequeno porte, conforme dados da ABF e do Sebrae.

Franquias se tornam oportunidades de empreender

O crescimento do setor de franchising é um atrativo. Entre julho e setembro de 2021, o faturamento das franquias ultrapassou 47 bilhões de reais, segundo a ABF. No entanto, há, ainda, outras razões pela alta procura desse tipo de investimento.

Começar um empreendimento do zero traz desafios muito específicos, que demandam processos bem estruturados, pesquisa de mercado e valores para investir. É, na prática, montar uma marca nova, que precisará de tempo e recursos para se consolidar no mercado e entre os concorrentes.

As franquias, por sua vez, são negócios que já têm uma trajetória no mercado e, por isso mesmo, vêm se tornando a escolha principal de jovens empreendedores. A marca já está, muitas vezes, consolidada, e o franqueado tem um suporte estratégico para gerenciar o seu negócio.

A diversidade é outro fator de atração para novos empreendedores: há franquias baratas e lucrativas em diversos setores, como moda, alimentação, fitness, veículos, pet shops e tantos outros.

Processo menos burocrático é diferencial das franquias

O conceito de franchising é relativamente simples: nas franquias, uma empresa (a franqueadora) concede uma licença a um grupo ou indivíduo para o uso da sua marca. Esse uso está relacionado à comercialização de produtos ou à prestação de serviços em uma área específica e seguindo as diretrizes da franqueadora.

O investimento fica por conta do franqueado: é ele quem arca com as despesas e o valor investido. Como retorno, recebe orientações da franqueadora, ligadas à sua estratégia de vendas, e inicia o seu negócio já com uma marca reconhecida no mercado local ou nacional.

O processo para concretizar a abertura de uma franquia pode variar de acordo com a franqueadora. De maneira geral, o que se faz é a assinatura de um contrato, com cláusulas que estabelecem direitos e deveres, tanto do franqueado quanto da empresa franqueadora.

No contrato, também são estipulados valores, alguns requisitos para utilizar a marca (estabelecidos pela franqueadora e variáveis) e outras cláusulas mais específicas, como o que fazer em caso de finalização antecipada do contrato.

De maneira geral, o processo é menos burocrático do que outras maneiras de empreender, o que também se torna um atrativo.

Franquias para investir em 2022

Para aqueles que querem começar a empreender – e a fazer isso através de uma franquia –, existem opções com investimentos iniciais bem diversos, desde 25 mil reais, por exemplo, há outros maiores, de marcas mais conhecidas, como as redes de fast food.

O valor do investimento inicial depende de muitos fatores, como a região do país, o nicho e porte da franquia e, principalmente, do quanto a marca é conhecida no mercado. Quanto mais destaque tem a franqueadora, mais altos tendem a ser os investimentos.

Antes de escolher a franqueadora, é importante realizar uma pesquisa de mercado, considerando as demandas do negócio local e os valores necessários para investir. No entanto, a alta do setor de franquia nos últimos dois anos faz com que especialistas e instituições ligadas ao setor, como a ABF, tenham boas expectativas para 2022.