China apreende rolos de papel higiênico com imagem de líder de Hong Kong

Geral

China apreende rolos de papel higiênico com imagem de líder de Hong Kong

Redação Folha Vitória

Hong Kong - As autoridades chinesas apreenderam 8 mil rolos de papel higiênico e outras 20 mil embalagens de lenços impressos com caricaturas do diretor-executivo da província de Hong Kong, Leung Chun-ying. Os itens seriam vendidos em um mercado durante o Ano Novo chinês, ainda em fevereiro, de acordo com Lo Kin-hein, vice-diretor do Partido Democrático de Hong Kong, responsável pelos objetos.

De acordo com Lo, nenhum motivo foi dado para a apreensão de US$ 12,9 mil em bens. "Eu acho que (as autoridades chinesas) não gostam de pessoas brincando com os membros do governo, especialmente os de alto escalão após o movimento. Eles se tornaram mais cautelosos sobre as críticas que recebem", disse.

A apreensão ocorreu semanas após Hong Kong ser revirada por um grande protesto pró-democracia nos últimos meses. Os manifestantes ocuparam o centro financeiro da província semiautônoma durante semanas, demandando maiores liberdades eleitorais do que Pequim está disposta a oferecer. Durante os protestos, Leung foi alvo da frustração dos cidadãos, que o consideram uma marionete do governo central.

O partido havia comercializado 4 mil rolos de papel higiênico com as imagens de Leung no ano passado e decidiu produzir ainda mais. As imagens do líder eram caricaturas. Em uma delas, o diretor-executivo é retratado com duas presas, enquanto em outra ele tem a palavra "mentiroso" estampada na testa. O símbolo do Partido Comunista da China também foi impresso em alguns dos produtos.

Lo diz considerar o ato preocupante, já que indica um maior cerco à liberdade de expressão garantida pela Constituição de Hong Kong. "É alarmante para o povo de Hong Kong que eles continuem a suprimir a liberdade. Nós nos iremos virar o continente (China continental) se esse tipo de brincadeira não for permitida em Hong Kong". Fonte: Associated Press.