• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cinco feridos em plataforma seguem internados no Estado

Geral

Cinco feridos em plataforma seguem internados no Estado

A explosão no navio-plataforma Cidade de São Mateus aconteceu na última quarta-feira (11) e deixou cinco pessoas mortas. Quatro vítimas ainda estão desaparecidas

O acidente aconteceu no início da tarde da última quarta-feira (11) Foto: Divulgação

A empresa BW Offshore informou na manhã desta segunda-feira (16) que 28 integrantes da tripulação do FPSO Cidade de São Mateus deixaram um hotel em Vitória, onde recebiam acompanhamento médico e psicológico, e foram para suas casas. Ainda de acordo com a BW, cinco feridos permanecem internados no hospital Vitória Apart e no Hospital Metropolitano, todos da Serra.

Veja as imagens da destruição do navio-plataforma!

Na última quarta-feira (11), uma explosão com o navio-plataforma, que fica na Bacia do Espírito Santo, deixou cinco mortos, 26 feridos, dos quais 21 já deixaram os hospitais. Quatro trabalhadores seguem desaparecidos.

De acordo com um boletim médico divulgado no último domingo (15) pelo Vitória Apart, dois dos quatro internados no local recebiam cuidados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas tinham quadro estável. Os outros dois estavam nos quartos e realizavam exames para cirurgias sem complexidade. Já o Sindicato dos Petroleiros do Espírito Santo (Sindipetro-ES) informou também no domingo que a quinta vítima internada, no Hospital Metropolitano, tinha o quadro de saúde estável.

A BW afirmou ainda, em nota, que as buscas pelos quatro desaparecidos prosseguem nesta segunda-feira (16). (Carina Bacelar)

Enterro

No último sábado (14), foi enterrado em Laranjeiras, na Serra, Heleno Silva Castelo, de 31 anos, uma das vítimas do acidente. Heleno fez o último contato com a família momentos antes do acidente. A esposa recebeu a notícia da morte por telefone. Sobreviventes contaram para a família que a vítima estava longe da casa de bombas. Segundo o cunhado dele, o socorro às vítimas e a assistência às famílias deixou a desejar.

Desaparecidos

Além dos cinco mortos confirmados até o momento, outras quatro pessoas continuam desaparecidas. De acordo com a BW Offshore, empresa que administra a plataforma em conjunto com a Petrobras, as buscas a essas vítimas foram retomadas na tarde desta quinta-feira, após serem interrompidas, por motivos de segurança, durante a madrugada.

A procura pelas vítimas estão sendo feitas por dez homens do Corpo de Bombeiros e dois tripulantes da embarcação. Além disso, a Marinha do Brasil, por meio da Capitania dos Portos do Espírito Santo (CPES), enviou cerca de 400 homens, três navios e três aeronaves para reforçar as buscas pelos desaparecidos.

Explosão é a 3ª maior

A explosão do navio-plataforma FPSO Cidade de São Mateus, localizado em Aracruz, ocorrida na quarta-feira (11), é o terceiro maior acidente desse tipo em plataformas da Petrobras. O maior ocorreu em 16 de agosto 1984 no poço 33 do campo de Enchova, na Bacia de Campos (RJ), quando morreram 37 pessoas e 23 ficaram feridas. O acidente começou quando houve um vazamento de gás de um poço que estava sendo perfurado. O vazamento provocou incêndios com chamas atingindo até 20 metros de altura e a queda da torre de perfuração.