Garis de Vila Velha fazem protesto contra novas demissões

Geral

Garis de Vila Velha fazem protesto contra novas demissões

Os garis de Vila Velha fizeram nova manifestação nesta sexta-feira (27), em frente a empresa Corpus, no bairro Divino Espírito Santo. O motivo foram as novas demissões que aconteceram

Garis fizeram nova manifestação nesta sexta-feira (27) Foto: Divulgação

Os garis de Vila Velha fizeram nova manifestação nesta sexta-feira (27), em frente a empresa Corpus, no bairro Divino Espírito Santo. O motivo foram as novas demissões que aconteceram na última quinta-feira, (27). Segundo a categoria, 30 trabalhadores foram mandados embora e o município conta com apenas 554 funcionários para cuidar de toda a limpeza urbana.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza Pública do Espírito Santo (Sindilimpe-ES), o número de desempregados sobe para 156.

Entre as reclamações da categoria estão as intimidações feita por outra empresa prestadora de serviços de limpeza, a Vital, que estaria intimidando seus funcionários a realizarem horas-extras e impedindo que façam a hora de almoço, descumprindo o compromisso firmado com o Tribunal Regional do Trabalho (TRT-ES), na última segunda-feira (23).

Durante cerca de uma hora e meia os trabalhadores paralisaram o serviço em protesto pelas demissões e como advertência, deixando claro que a categoria não vai admitir sobrecarga de trabalho e nem que outros colegas sejam demitidos em massa.

Entenda o caso

Sindilimpe informou que até janeiro a limpeza do município era realizada por 710 garis, quantidade que já era considerada insuficiente. Com a demissão de 156 trabalhadores restaram 554 profissionais. O sindicato possui, ainda, informações que dão conta de que outras 85 pessoas ainda devem ser demitidas. Até 2012, trabalhavam na limpeza da cidade 1.029 garis, número considerado mínimo para manter a limpeza.

Acordo está suspenso

O lixo continuou nas ruas de Vila Velha. Em nova audiência realizada na segunda-feira (23) no TRT-ES não houve acordo entre o Sindicato dos Trabalhadores de Limpeza Pública (Sindilimpe/ES) e as empresas Corpus Saneamento e Vital Engenharia. 

Na quinta-feira (19) a greve tinha sido suspensa  no município de Vila Velha. Houve um acordo entre o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Asseio, Conservação e Limpeza Pública (Sindilimpe/ES) e as empresas de limpeza durante reunião no Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

Justiça tinha determinado 70% da coleta em Vila Velha

Na sexta-feira (13) foi decidido pelo desembargador do Tribunal Regional do Trabalho do Espírito Santo (TRT-ES) Gerson Fernando da Sylveira Novais, que os funcionários da limpeza pública teriam de manter 70% da coleta de lixo residencial e comercial e 100% do recolhimento de lixo hospitalar. 

A Prefeitura Municipal de Vila Velha informou por meio de nota disse que as empresas responsáveis pela limpeza pública foram notificadas a prestarem esclarecimentos sobre as paralisações sob pena de aplicação das penalidades previstas na Lei 8.666/93.

Manifestações

Dezenas de trabalhadores da limpeza urbana de Vila Velha realizam uma manifestação na manhã de quinta-feira (12). Eles fizeram uma passeata que saiu da frente da empresa Corpus, localizada no bairro Divino Espírito Santo, em Vila Velha, e seguiu até a Prefeitura do município. O ato é um protesto contra as demissões que ocorreram nas empresas Vital, Serdel e na própria Corpus que deixaram cerca de 200 trabalhadores sem emprego. Como não houve acordo, os serviços foram paralisados em toda a cidade.