ONU eleva para 300 número imigrantes desaparecidos na costa da Itália

Geral

ONU eleva para 300 número imigrantes desaparecidos na costa da Itália

Redação Folha Vitória

Roma - A Agência de Refugiados da Organização das Nações Unidas (Acnur) disse que cerca de 300 imigrantes estão desaparecidos na costa da Itália. Mais cedo, a Acnur já havia anunciado que ao menos 200 pessoas poderiam ter morrido durante a travessia da África para a Itália, nas águas do Mar Mediterrâneo, geladas nesta época do ano.

A porta-voz da Acnur, Carlotta Sami, disse que sobreviventes confirmaram a existência de um quarto bote de borracha que saiu da Líbia no domingo. Em comunicado, a Acnur diz que isso significa que cerca de 300 pessoas estão desaparecidas.

No início desta semana, a guarda costeira italiana havia informado que pelo menos 29 pessoas morreram de hipotermia enquanto viajavam do norte a África para a costa italiana.

A ONU, o Save de Children e outras organizações humanitárias fazem duras críticas à operação da patrulha de fronteira da União Europeia (UE), dizendo que suas ações são inadequadas para salvar vidas. A UE substituiu a operação italiana Mare Nostrum no ano passado, mas atua apenas nas proximidades da costa europeia. A Itália realizava patrulhas numa área que ia até a costa da Líbia. Fonte: Associated Press.