Anúncio da OMS sobre microcefalia ainda não impacta hotéis do Rio, diz associação

Geral

Anúncio da OMS sobre microcefalia ainda não impacta hotéis do Rio, diz associação

Redação Folha Vitória

Rio de Janeiro - A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio de Janeiro (ABIH-RJ) informou, na manhã desta terça-feira, 2, que o anúncio de emergência da Organização Mundial da Saúde (OMS) para a microcefalia em áreas com zika ainda não impactou diretamente na atividade hoteleira. Segundo a associação, não foram registradas desistências de viagens ao Rio motivadas pela situação. Porém, informou que está atenta às ações do governo para solucionar a questão.

"A ABIH-RJ acompanha o lamentável cenário de infestação de zika vírus, dengue, chikungunya no País. A associação confirmou junto à Secretaria de Saúde que a zona sul e a Barra da Tijuca, regiões onde estão concentrados os empreendimentos hoteleiros instalados na cidade, são classificadas como áreas de baixo risco, com menor incidência de casos", afirmou a entidade em nota. "Até o momento, não houve impacto direto para a atividade hoteleira, já que não foram registrados cancelamentos ou adiamentos com esta motivação."

A decisão da OMS foi divulgada na última segunda-feira, 1º. A organização aconselhou que viajantes sejam informados sobre os riscos do vírus em cidades com incidência.