Novas estações de bombeamento vão reduzir alagamentos em Vila Velha

Geral

Novas estações de bombeamento vão reduzir alagamentos em Vila Velha

construção das estações Praia da Costa e Sítio Batalha tem como objetivo facilitar a vazão da água. Assinatura da ordem de serviço para obras aconteceu nesta sexta-feira

Obras visam diminuir os alagamentos em Vila Velha Foto: ​Divulgação | Fred Loureiro/Secom-ES

O governador Paulo Hartung participou na tarde desta sexta-feira (26), em Vila Velha, da assinatura da ordem de serviço para construção de duas estações de bombeamento no município. A construção das estações Praia da Costa e Sítio Batalha tem como objetivo facilitar a vazão da água e diminuir os alagamentos na região.

O investimento é de aproximadamente R$ 15 milhões provenientes do Tesouro Municipal e do Fundo de Desenvolvimento Municipal (FDM). Serão beneficiados com a conclusão das obras os moradores dos bairros de Itapuã, Itaparica, Cocal, Boa Vista I, Boa Vista II, Nova Itaparica, Divino Espírito Santo, Cristóvão Colombo, Soteco, parte da Praia da Costa e parte do Centro de Vila Velha.

As estações de bombeamento de águas pluviais serão construídas próximo ao Shopping Praia da Costa. A Estação Praia da Costa contará com dez bombas e capacidade para bombear 15m³/s de águas da chuva. Já a Estação de Sítio Batalha terá três bombas e capacidade para bombear 2,6 m³/s de água.

Com esses sistemas, será possível regularizar o nível das águas do Canal da Costa durante todo o ano, minimizando os alagamentos nos bairros situados na bacia, que possui uma área de 9,47 km² cujo escoamento das águas pluviais se processa por um canal com extensão de 6,2 km, desde sua foz até o bairro Santa Mônica. 

O governador Paulo Hartung destacou a importância da obra para a população. "Essa é uma solenidade histórica pela relevância que a macrodrenagem tem no município, que hoje anuncia a implantação de mais duas estações de bombeamento. É um passo gigantesco para uma cidade que, em boa parte, fica abaixo do nível do mar e tem desafios enormes por conta de sua geografia. Somente com um trabalho técnico vamos conseguir minimizar os alagamentos em Vila Velha”, disse ele.  

Funcionamento das estações 

A Estação de Bombeamento do Canal da Costa terá suas comportadas fechadas durante as chuvas intensas e a água do Canal será bombeada no sentido da foz, para que tenha vazão e siga para o mar. Também no período de chuvas, o nível do Canal da Costa sobe e a água retorna para as manilhas da rede de drenagem de Sítio Batalha, alagando algumas ruas. A rede de drenagem de Sítio Batalha será refeita e conectada à Estação, que irá bombear a água para o Canal da Costa. Em outubro do ano passado, os projetos foram apresentados à comunidade em reuniões e as ações foram aprovadas. 

Macrodrenagem

Também com o objetivo de reduzir significativamente as áreas alagáveis do município, o Governo do Espírito Santo, por meio da Secretaria de Estado de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sedurb), está realizando em Vila Velha, Cariacica e Viana o maior investimento em macrodrenagem já feito na região metropolitana. As obras realizadas chegam a R$ 350 milhões. Os recursos foram captados pelo Governo do Estado junto ao Governo Federal e à Caixa Econômica.

As intervenções fazem parte da primeira etapa das obras de manejo de águas pluviais das principais bacias hidrográficas dos três municípios - Canal da Costa, Canal do Guaranhuns, Rio Aribiri, Córrego de Jardim de Aláh, Córrego do Campo Grande, que inclui o Rio Marinho. 

A macrodrenagem da região metropolitana foi considerada prioritária pelo planejamento estratégico do Estado. As intervenções mais importantes são alargamentos dos canais, substituições de pontes estreitas por outras maiores, instalação de comportas e estações de bombeamento.