Novo teste reprova balneabilidade e Praia de Camburi continua interditada para banho

Geral

Novo teste reprova balneabilidade e Praia de Camburi continua interditada para banho

Para que a água seja considerada própria para banho, o nível de coliformes fecais não pode passar de 1.000un/100 ml de água. Em Camburi a quantia foi três vezes maior

Todos os trechos da Praia de Camburi continuam interditados Foto: ​Divulgação

A Prefeitura de Vitória divulgou, nesta quinta-feira (18), o resultado do teste semanal que é feito para apurar a qualidade da água das praias do município. Pela segunda semana consecutiva, o resultado mostrou que todos os pontos da Praia de Camburi continuam interditados. 

Para que a água seja considerada própria para banho, o nível de coliformes fecais não pode passar de 1.000un/100 ml de água. Em Camburi a quantia foi três vezes maior. O número crescente é contraditório ao aumento de imóveis com ligação à rede de tratamento de esgoto na capital. 

Segundo o secretário do Meio-Ambiente, Luiz Emanuel Zouain, no ano passado 600 casas e prédios foram notificados e fizeram a ligação. “Com essa ação, conseguimos reduzir em dois mil litros a quantidade de esgoto por dia lançados no mar”, explicou o secretário. Zouain já havia falado sobre os dejetos lançados por outros municípios que acabam chegando ao mar de Vitória. 

A Cesan informou que a cidade tem hoje 88% dos imóveis ligados a rede de tratamento de esgoto. Para ampliar ainda mais esse percentual, o Governo do Espírito Santo criou um projeto de lei que autoriza a cobrança de uma tarifa para moradores que não possuem ligação à rede. A Prefeitura também irá pesar o bolso de quem não ligar o imóvel à rede de tratamento de esgoto. A multa varia de 900 até 20 mil reais.