• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

China critica comentários do secretário de Defesa dos EUA sobre ilhas disputadas

Geral

China critica comentários do secretário de Defesa dos EUA sobre ilhas disputadas

Pequim - Os EUA estão colocando em risco a estabilidade regional no leste da Ásia, disse um porta-voz do governo chinês, após as declarações do secretário de Defesa do presidente Donald Trump, James Mattis, de que o compromisso dos EUA de defender o território japonês se aplica a um grupo de ilhas do Mar da China Oriental que a China reivindica.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China Lu Kang pediu aos EUA que evitem discutir a questão e reafirmou a alegação da China de soberania sobre as ilhas desabitadas, conhecidas no Japão como Senkaku e na China como Diaoyu.

O tratado de 1960 entre EUA e Japão é "um produto da Guerra Fria, que não deve prejudicar a soberania territorial e os direitos legítimos da China", disse Lu, conforme comunicado publicado no site do ministério. "Exortamos os EUA a assumir uma atitude responsável, deixar de fazer comentários errôneos sobre a questão da soberania das ilhas Diaoyu e evitar tornar a questão mais complicada e trazer instabilidade à situação regional", disse Lu.

Em sua primeira viagem à Ásia como secretário de defesa, Mattis declarou explicitamente em Tóquio que o governo Trump manterá a postura anterior dos EUA de que o tratado de segurança entre os EUA e o Japão se aplica à defesa da continuidade da administração japonesa das ilhas Senkaku.

As ilhas que se encontram entre Taiwan e Okinawa e estavam sob administração dos EUA desde o fim da Segunda Guerra Mundial até a devolução ao Japão em 1972. A China cita registros históricos para a sua reivindicação, e o movimento do Japão para nacionalizar várias das ilhas em 2012 provocou protestos na China e levou o governo a enviar navios e aviões para a área em torno delas como um desafio ao controle japonês. Fonte: Associated Press.