França faz busca em escritórios de Marine Le Pen em apuração sobre fundos da UE

Geral

França faz busca em escritórios de Marine Le Pen em apuração sobre fundos da UE

Redação Folha Vitória

Paris - A polícia da França vasculhou escritórios da líder da Frente Nacional, Marine Le Pen, sob a suspeita de que a candidata presidencial e outros membros de seu partido de extrema-direita tenham usado inadequadamente fundos da União Europeia, informou a própria sigla. Investigadores apuram se Le Pen e outros líderes da Frente Nacional usaram fundos destinados para assistentes que trabalham dentro do Parlamento Europeu, sediado em Estrasburgo, para pagar funcionários do partido em outras regiões da França.

As regras da UE exigem que os assistentes do Parlamento trabalhem em um dos escritórios do órgão em Bruxelas, Estrasburgo ou Luxemburgo e que morem perto do local de trabalho. Em comunicado, a Frente Nacional disse que "isso é evidentemente uma operação da mídia" cujo único objetivo era "perturbar" a "campanha tranquila" de Le Pen no momento em que ela se sai bem na disputa. A candidata estava no Líbano nesta segunda-feira, em reunião com o presidente Michel Aoun.

Após a reunião, Le Pen criticou o governo francês por seu apoio às forças rebeldes na Síria. Na avaliação de Le Pen, o presidente sírio, Bashar al-Assad, era o único aliado "realista" para Paris.

Pesquisa divulgada pela Opinionway nesta segunda-feira mostrou Le Pen ainda atrás em um evento segundo turno, mas com diferença menor que em sondagens anteriores. Agora, ela perderia para François Fillon por 44% a 56% em uma eventual disputa, e conseguiria 42% frente ao independente Emmanuel Macron, que também ganharia dela no segundo turno. Fonte: Dow Jones Newswires.