Laudo confirma morte de macaco por febre amarela na Ilha do Frade e Vitória monta esquema especial de vacinação

Geral

Laudo confirma morte de macaco por febre amarela na Ilha do Frade e Vitória monta esquema especial de vacinação

O material para análise foi enviado para o Laboratório Central (Lacen) da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e o resultado foi divulgado nesta sexta-feira (24)

O macaco foi recolhido pela quipe do Centro de Vigilância Ambiental em Saúde (CVSA) de Vitória, na Ilha do Frade Foto: TV Vitória

Um laudo, divulgado nesta sexta-feira (24), apontou que a morte de um macaco, recolhido na Ilha do Frade em janeiro deste ano, foi causada por febre amarela. A análise foi registrada pelo Laboratório Central (Lacen) da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

Devido à confirmação do caso, a Prefeitura de Vitória decidiu vacinar toda a população do município contra a febre amarela em uma ação preventiva que teve início na tarde desta sexta-feira (24). No sábado (25), segunda (27) e quarta (1º), a vacinação acontece em três escolas da rede municipal, das 8 às 16 horas:

Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Aristóbulo Barbosa Leão, na avenida Vitória, nº 3010, em Bento Ferreira;
Emef Maria José Costa Moraes, na rodovia Serafim Derenzi, nº 4449, em São José;
Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Elzira Vivácqua dos Santos, na rua Italina Pereira Motta, 501, em Jardim Camburi;
Após o Carnaval, a vacinação ocorrerá nas 28 unidades de saúde de Vitória, das 8 às 16 horas, de segunda a sexta-feira. O agendamento on-line continua como ação complementar ao controle da febre amarela. Para ser vacinado, é preciso apresentar Carteira de Identidade e cartão de vacinação.
"Nós vínhamos organizando essa ação e, agora, vamos intensificar o trabalho para que todos sejam vacinados", afirma a gerente de Vigilância em Saúde, Arlete Frank Dutra.

Vitória não registra casos de febre amarela em humanos

A gerente lembra que não há casos de febre amarela registrados em humanos na capital, apesar de o resultado do macaco encontrado na cidade ter sido positivo para o vírus da doença silvestre.

Alguns parques fechados

Como há parques com áreas de mata, o município irá mantê-los fechados até que o trabalho de vacinação seja concluído. São eles:
Parque Natural Municipal Von Schilgen - Rua Saturnino de Brito, n º595 - Praia do Canto
Parque da Fonte Grande - Rua Estrada Tião de Sá, em frente à antiga Faesa - São Pedro
Parque Natural Municipal Gruta da Onça - Rua Barão de Monjardim, s/n - Centro
Parque Natural Municipal Don Luís Gonzaga Fernandes - Rua da Coragem, s/n – Redenção
Parque Natural Municipal de Tabuazeiro - Rua Jácomo Forza, nº 141, Tabuazeiro
Parque Natural Municipal da Pedra dos Olhos - Rua Coronel Martins Figueiredo, s/n, Bairro Tabuazeiro.
Parque Natural Municipal Vale do Mulembá - Rua Miguel Arcanjo (em frente à guarita ETE Mulembá) , Joana D'arc.
Levantamento

Em Vitória, 50 mil pessoas foram vacinadas, e há doses suficientes para todos os moradores. A prefeitura pretende completar a vacinação de todos os moradores até o próximo dia 10. "Não faltará vacina, pois fizemos um planejamento para essa imunização e temos material suficiente para que todos sejam vacinados", explica Arlete Frank.

Entenda o esquema especial de vacinação em Vitória: