ONU suspende funcionário em Gaza em meio a alegações de ligação com o Hamas

Geral

ONU suspende funcionário em Gaza em meio a alegações de ligação com o Hamas

Redação Folha Vitória

Jerusalém - A Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina (UNRWA, na sigla em inglês) suspendeu um funcionário palestino neste domingo, disse o porta-voz da agência Chris Gunness. Israel havia dito mais cedo que o funcionário foi eleito para uma posição de liderança dentro do Hamas na Faixa de Gaza.

Gunness disse Suhail al-Hindi, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Palestinos da UNRWA em Gaza e o diretor de uma escola da agência, foi suspenso devido ao recebimento de "informações substanciais".

O corpo de defesa israelense Cogat disse que al-Hindi foi eleito para o escritório político do Hamas em uma votação secreta neste mês, embora al-Hindi tenha negado. A agência proíbe colaboradores de exercer cargos políticos.

O major-general Yoav Mordechai, do Cogat, havia exigido que a agência investigasse o assunto. Israel considera o Hamas uma organização terrorista.

"Vimos a última comunicação das autoridades israelenses", disse Gunness. "Ante essa comunicação, e à luz da nossa investigação interna independente e contínua, recebemos informações substanciais de várias fontes que nos levaram a tomar a decisão esta tarde de suspender Suhail al Hindi, no aguardo do resultado da nossa investigação. Tal como ocorre com todas as agências da ONU, vamos garantir que os direitos de devido processo do funcionário sejam seguidos." Fonte: Associated Press.