• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Após cinco dias, corpo de colombiano assassinado em Vila Velha é liberado para sepultamento

Geral

Após cinco dias, corpo de colombiano assassinado em Vila Velha é liberado para sepultamento

Durante a semana, a esposa de Waldyr Ospina buscou ajuda de amigos para arrecadar R$ 13 mil, valor exigido para realizar o translado do corpo da vítima

Rosemari Soares contou com a ajuda de amigos para levantar recursos para o enterro do marido

O corpo do colombiano assassinado em um bar em Coqueiral de Itaparica, em Vila Velha, no último domingo (11), foi liberado pela esposa nesta sexta-feira (16). Waldyr José Camargo Ospina, de 29 anos, foi morto após ser baleado na barriga. Ele tirava foto com um amigo, também colombiano, o que teria irritado um outro cliente que estava no estabelecimento.

De acordo com as investigações, o homem, que estava sentado perto dos colombianos, disse que era policial e sacou uma arma. Os três entraram em luta corporal e, durante a briga, foi efetuado um disparo, que acertou Waldyr. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu dentro da ambulância.

Durante toda a semana, a autônoma Rosemari Soares, que é esposa do colombiano, buscou ajuda de amigos e conhecidos na intenção de arrecadar R$ 13 mil, valor exigido pelo consulado da Colômbia para realizar o translado do corpo de Waldyr.

O corpo deve chegar na madrugada de sábado (17) em São Paulo, onde será velado. Em seguida, segue para a cidade de Santa Marta, cidade colombiana em que ele vivia antes de vir para o Brasil, e local onde deve ser enterrado na próxima quarta-feira.