• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cidade capixaba recebe nota máxima em avaliação do Ministério do Turismo

Geral

Cidade capixaba recebe nota máxima em avaliação do Ministério do Turismo

Ao todo, 62 cidades capixabas participaram da atualização do "Mapa do Turismo Brasileiro", um instrumento importante para acompanhar o desempenho da economia do turismo nos municípios

O Ministério do Turismo atualizou a categorização dos municípios que compõem o "Mapa do Turismo Brasileiro" e a cidade de Vitória foi a única a receber a nota máxima do órgão, dentre as capixabas avalidas.

Ao todo, 62 cidades capixabas participaram da avaliação, um instrumento importante para acompanhar o desempenho da economia do turismo nos municípios e que serve também como balizador de políticas do setor. As cidades capixabas foram divididas nas seguintes categorias: A (01), B (09), C (15), D (35) e E (02). Em todo o Brasil, 3.285 cidades foram avaliadas e, além de Vitória, só 56 municípios ficaram no topo do ranking.

"Eu estou muito feliz com essa classificação do Ministério do Turismo, que eleva Vitória ao cenário nacional como uma cidade que se preocupa e faz turismo de qualidade. E quando você faz turismo de qualidade, você melhora a qualidade de vida para quem mora e quem trabalha na cidade, além de quem a visita. O turismo na cidade tem aumentado muito. Nós estamos trabalhando bastante, cuidando do meio ambiente, cuidando das relações com eventos, bares, restaurantes, hotéis e setores produtivos, diminuindo a burocracia, facilitando a vida de quem empreende na cidade ao máximo, e as coisas estão dando resultado", garantiu o prefeito de Vitória, Luciano Rezende (PPS).

Apesar de só Vitória ter recebido a nota máxima do Ministério, 15 cidades capixabas melhoraram seus índices, comparados com o último levantamento, realizado em 2013: Alfredo Chaves, Aracruz, Boa Esperança, Castelo, Conceição da Barra, Divino de São Lourenço, Domingos Martins, Fundão, Iconha, Jerônimo Monteiro, Linhares, Marechal Floriano, Mucurici, Nova Venécia e Venda Nova do Imigrante.

“A melhoria na classificação de destinos importantes como Aracruz, Conceição da Barra, Domingos Martins e Linhares mostra que nossos municípios têm trabalhado cada vez mais para fortalecer a atividade turística. No que diz respeito ao Ministério do Turismo estamos atentos às demandas do setor como melhoria de infraestrutura, legalização e qualificação dos serviços”, avaliou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

Queda

A surpresa no novo ranking ficou por conta dos dois municípios capixabas que recebem muitos turistas e sofreram queda em suas categorias: Guarapari e Iúna. Um dos balneários mais visitados do Espírito Santo, Guarapari caiu para categoria B e Iúna para a categoria D - o levantamento divide os municípios em categorias de A até E.

É importante ressaltar, no entanto, que a categorização é um processo dinâmico e perene que, assim como o Mapa do Turismo Brasileiro, deverá ser atualizado e aperfeiçoado periodicamente. Assim, se um município teve seu fluxo turístico e seus estabelecimentos formais de hospedagem ampliados, provavelmente, na próxima edição da categorização, quando os dados dele serão novamente considerados, ele poderá mudar de categoria.