• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Prefeitura começa a emitir licenças para construção dos novos quiosques de Itaparica

Geral

Prefeitura começa a emitir licenças para construção dos novos quiosques de Itaparica

O problema é que no local ainda há muito entulho dos estabelecimentos demolidos. Prazo para a retirada desses entulhos termina já nesta sexta-feira

Foto: Divulgação/PMVV
Serão construídos 20 novos quiosques na orla de Itaparica, no lugar dos 46 demolidos

A Prefeitura de Vila Velha começou a emitir nesta segunda-feira (17) as licenças para o início da construção dos novos quiosques na praia de Itaparica. Com ela, será possível iniciar as obras das novas estruturas.

O problema é que no local ainda há muito entulho das 46 construções, que terminaram de ser demolidas na última sexta-feira (14), por determinação da Justiça Federal. E o prazo para a retirada desses entulhos é de apenas uma semana, ou seja, termina nesta sexta-feira (21). Já o trabalho de aterro e regularização da areia deve ser finalizado até o fim do mês.

No lugar dos quiosques demolidos, 20 novos serão construídos. Segundo a prefeitura, eles serão padronizados, com 130 metros quadrados, cozinha equipada, espaço para mesas, depósito, vestiário e banheiros.

Foto: TV Vitória
Os antigos quiosques foram demolidos por determinação da Justiça Federal

Para o arquiteto e urbanista Tito Carvalho, é preciso mais que uma bela estrutura física para que os novos modelos sejam atrativos aos olhos dos turistas, agradáveis para os moradores e não prejudiciais ao meio ambiente.

"Acho que o principal é compreender que a gente não está falando de um conjunto de lojinhas dentro de um shopping. A gente está falando de um objeto que se relaciona com a linda paisagem, de referência do nosso Estado. É um objeto que se relaciona com a mobilidade. Então nós estamos atraindo pessoas de várias regiões para cá e tem que responder a esses anseios. A gente quer trazer a família para cá, então como podemos prover espaços para a família? Não é mais apenas uma loja, mas um ambiente onde você gera uma experiência para todo mundo que convive com esse espaço", destacou.

Enquanto não há nem quiosques antigos nem novos, quem aproveita a falta de estrutura são os ambulantes. Pedreiro desempregado, Antônio Santos de Oliveira aos poucos fixou seu ponto de venda ao lado de um quiosque demolido. "Enquanto a gente espera como vai ser o encaminhar dos quiosques, a gente tá aí trabalhando", afirmou.

Sobre os ambulantes que têm ocupado a orla de Itaparica, a Prefeitura de Vila Velha informou que uma equipe da fiscalização de posturas realiza plantão nos fins de semana, percorrendo as praias e verificando a documentação. Segundo a prefeitura, quem não tem autorização para funcionar é autuado e tem o material recolhido.