Ofensiva do Níger contra Boko Haram deixa 500 militantes mortos, diz polícia

Geral

Ofensiva do Níger contra Boko Haram deixa 500 militantes mortos, diz polícia

Redação Folha Vitória

Niamey, Níger - O porta-voz da polícia do Níger, Adili Toro, afirmou que a contraofensiva militar no leste do país matou ao menos 500 extremistas do Boko Haram, a maior parte deles da Nigéria.

Toro afirmou nesta quarta-feira a contagem provisória registrou 513 mortos desde 8 de fevereiro. O número não leva em conta, porém, as operações terrestres e aéreas lançadas no domingo pelo exército do Níger e do Chade na Nigéria.

Segundo o porta-voz, 24 soldados do Níger foram mortos nessas operações, que também deixaram 38 soldados feridos. Ele disse ainda que o estado de emergência será prorrogado por três meses, porque ainda "há muito a ser feito".

Ofensivas recentes têm marcado uma forte ofensiva das nações africanas contra terroristas do Boko Haram, quase seis anos após o grupo iniciar suas operações.

O Boko Haram começou a lançar ataques na fronteira da Nigéria com Camarões no início deste ano e, em seguida, fez ofensivas no Níger e no Chade. Fonte: Associated Press.