Apesar da trégua, forças de Assad e russos voltam a atacar rebeldes na Síria

Geral

Apesar da trégua, forças de Assad e russos voltam a atacar rebeldes na Síria

Redação Folha Vitória

Beirute - Forças do regime de Bashar Assad, com ajuda de aviões russos, conduziram ataques contra forças rebeldes nas cidades de Aleppo e Homs nesta quarta-feira.

Os ataques acontecem apesar da trégua entre os principais grupos sírios, que exclui apenas o Estado Islâmico e o Fronte Nusra, afiliado da Al-Qaeda no país.

Apesar disso, nem o governo sírio nem a oposição relataram formalmente a violação do pacto, cujos efeitos começaram no sábado.

Ativistas também relataram o bombardeamento de áreas da província de Idlib, na região próxima à fronteira com a Turquia, que é controlada principalmente pelo Fronte Nusra.

Algumas pequenas vitórias contra o Estado Islâmico também foram relatadas perto de Aleppo.

A escalada da violência ocorre no quinto dia de trégua, e poucos dias antes da data marcada para o reinício das conversas de paz, em 9 de março.

Em algumas áreas onde a Força Aérea síria tem feito ataques quase diários, recentemente com a ajuda dos russos, a trégua foi bem recebida.

"A situação é calma na cidade, mas no interior, é uma catástrofe", disse Abdelrazzaq Zakrour, um fotógrafo em Aleppo.

"Graças a Deus, as coisas ainda estão calmas desde que a trégua começou. Nos prometeram ajuda humanitária todo mês", disse Ammar Ahmad, que vive no subúrbio sitiado de Moadhamiya, em Damasco, onde a ONU recentemente entregou ajuda humanitária. "Por enquanto, estamos e seguindo o ladrão até a porta", disse, usando um provérbio árabe que diz que uma mentira pode se revelar mesmo se não for exposta imediatamente. Fonte: Associated Press.