Laudo afirma que explosão que matou frentistas em Vila Velha aconteceu por falha humana

Geral

Laudo afirma que explosão que matou frentistas em Vila Velha aconteceu por falha humana

De acordo com o laudo, houve falha humana, o que comprova que o incêndio foi provocado pelos próprios frentistas, que não sobreviveram ao acidente, ocorrido em 1º de março

Explosão aconteceu em 1º de março, em Vila Velha Foto: Arquivo/Leitor/WhatsApp Folha Vitória

O Corpo de Bombeiros divulgou, na manhã desta quinta-feira (31), o laudo que aponta as causas da explosão de um posto de combustíveis no bairro Interlagos, em Vila Velha, no dia 1º de março, que matou dois frentistas que trabalhavam no posto.

De acordo com o laudo, houve falha humana, o que comprova que o incêndio foi provocado pelos próprios frentistas, que não sobreviveram ao acidente.

O fato aconteceu quando os frentistas tentavam retirar parte da gasolina que colocaram a mais no tanque de um veículo. O procedimento teria acionado uma válvula do veículo e provocado, assim, a explosão.

Na explosão, os dois frentistas Jeferson Lemes de Almeida e Julio Cezar de Oliveira Cupertino, não resistiram aos ferimentos e morreram. O ocupante do veículo, Joilson Brito de Souza, acabou se ferindo no acidente, foi socorrido, mas teve alta.