Líder de protesto na Rússia, Alexei Navalny pega 15 dias de prisão

Geral

Líder de protesto na Rússia, Alexei Navalny pega 15 dias de prisão

Redação Folha Vitória

Moscou - Uma onda de protestos pela Rússia teve neste fim de semana mais uma manifestação: em sua maioria adolescentes, milhares de pessoas acusaram de corrupção graduadas autoridades do país, que sofre com dois anos de recessão. Um ano antes da eleição, o presidente Vladimir Putin enfrenta um dilema: endurece com os manifestantes ou busca outras alternativas para conter os protestos. Nesta segunda-feira, um tribunal de Moscou deu uma pena de 15 dias de prisão para o organizador do protesto, Alexei Navalny, que por seu carisma e presença nas redes sociais contribuiu para chamar muitas pessoas para o ato.

Navalny foi detido enquanto seguia para o protesto em Moscou no domingo e ficou sob custódia durante a noite antes de ser levado ao tribunal. A polícia prendeu mais de mil pessoas por participar de um protesto não autorizado na capital e muitas delas podem ser detidas ou multadas. A fundação anticorrupção de Navalny prometeu ajuda legal para os detidos.

Navalny afirmou no tribunal que não havia "a menor ilusão de justiça" na corte. Aos 40 anos, é o líder oposicionista mais popular do país, já foi condenado três vezes por acusações de fraude e ocultação de recursos, em processos que ele diz que têm motivação política. Mesmo que as condenações tecnicamente o impeçam, Navalny já anunciou que pretende concorrer à presidência em 2018. Fonte: Associated Press.