Novo decreto de imigração de Trump remove Iraque da lista de países proibidos

Geral

Novo decreto de imigração de Trump remove Iraque da lista de países proibidos

Redação Folha Vitória

Washington - O novo decreto de imigração do presidente dos EUA, Donald Trump, removerá o Iraque da lista de países cujos cidadãos enfrentam uma proibição temporária de viagem, disseram autoridades dos EUA, citando o último rascunho em circulação. Trump deverá assinar tal decreto nos próximos dias.

Quatro autoridades disseram à Associated Press que a decisão seguiu uma pressão do Pentágono e do Departamento de Estado, que pediu à Casa Branca para reconsiderar a exclusão do Iraque da lista, dado o seu papel-chave na luta contra o grupo terrorista Estado Islâmico.

Cidadãos de seis outros países predominantemente muçulmanos - Irã, Líbia, Somália, Sudão, Síria e Iêmen - permanecerão na lista de proibições de viagem, de acordo com as autoridades, que falaram sob condição de anonimato porque não estavam autorizados a discutirem sobre o assunto. Essas proibições são para 90 dias.

A nova ordem inclui outras alterações também. As autoridades disseram que as 12 páginas do documento já não colocam os refugiados sírios em uma proibição indefinida e os inclui como parte de uma suspensão geral de 120 dias nas novas admissões de refugiados.

Além disso, o decreto não incluirá nenhuma isenção de minorias religiosas nos países visados pela proibição de viajar. Os críticos tinham acusado a administração de Trump de acrescentar essa linguagem para ajudar os cristãos nos Estados Unidos, excluindo os muçulmanos. A Casa Branca não respondeu a um pedido de comentário. Fonte: Associated Press