‘O que cabe na minha gota’ celebra o Dia Mundial da Água em Cachoeiro

Geral

‘O que cabe na minha gota’ celebra o Dia Mundial da Água em Cachoeiro

O projeto conta com uma programação educativa, cultural e de interação, além de promover visita monitoradas às instalações da estação de tratamento de água e esgoto da cidade

A primeira edição do ‘O que cabe na minha gota’ teve a participação de integrantes acompanhados de seus familiares Foto: ​Divulgação

A importância da água e o tratamento até chegar às residências são temas de relevância na semana que antecede o Dia Mundial da Água, comemorado no próximo dia 22. Em Cachoeiro, a Odebrecht Ambiental, em parceria com a contadora de histórias, psicodramatista e psicopedagoga Maria Elvira Tavares Costa e o artista plástico Rudson Barreto Costa, lançou o projeto: ‘O que cabe na minha gota – De gota em gota’.

O programa é dirigido à comunidades e estudantes, além de parceiros, Integrantes e seus familiares, e tem em sua programação atividades educativas, culturais e de interação, com participação de até 30 pessoas por grupo de visitantes. O projeto promove visitas monitoradas às instalações da empresa, visando provocar reflexões sobre o uso da água e a preservação ambiental. Também busca disseminar mais conhecimento sobre os processos de tratamento de água e esgoto em Cachoeiro. 

Os visitantes tiveram a oportunidade de conhecer mais de perto os serviços prestados pela concessionária ao município. Na sequência, aconteceram as atividades lúdicas, com a contação de história que abordou “Menina dos Cachos de Ouro e Quero melhorar o mundo’, arte coletiva, com pintura na gota d’água, “O que cabe na minha gota”, reflexões e vivências psicodramáticas e o painel: o meu, o seu, os nossos - O que cabe nas nossas gotas?

De acordo com a responsável pela área de Comunicação e Responsabilidade Socioambiental da Odebrecht Ambiental, Rosa Malena Carvalho, o projeto será realizado ao longo de todo o ano. “Com atividades lúdicas, o projeto gera reflexão importante, leve e descontraída sobre os cuidados que devemos ter com os recursos hídricos e o ambiente onde estamos inseridos”, conclui.