OEA terá sessão sobre Venezuela mesmo após críticas de Caracas

Geral

OEA terá sessão sobre Venezuela mesmo após críticas de Caracas

Redação Folha Vitória

Washington - O Conselho Permanente da Organização dos Estados Americanos (OEA) se reunirá nesta terça-feira para analisar a situação na Venezuela mesmo após o país solicitar suspensão do evento, argumentando que houve atos "graves" e "irregulares" no grupo. O embaixador de Belize, Patrick Andrews, que exerce a presidência rotativa do Conselho Permanente, disse hoje que não houve nenhum pedido formal para cancelamento da sessão.

"A reunião segue de pé", comentou o diplomata ao final de uma audiência convocada por Caracas. Apesar disso, a embaixadora venezuelana na OEA, Carmen Velásquez, disse que sua delegação solicitou formalmente na véspera a suspensão da reunião, com a alegação de que "insiste em abordar o tema da Venezuela sem consentimento devido do Estado venezuelano".

A ministra das Relações Exteriores venezuelana, Delcy Rodríguez, qualificou o caso como uma "grave e irregular violação dos princípios" da OEA. Ela lançou vários insultos contra o secretário-geral da entidade, Luis Almagro, que estava sentado ao lado e permaneceu sem expressão. Almagro não se pronunciou.

No total, 14 dos membros da OEA pediram à Venezuela na semana passada a libertação de presos políticos, a convocação de eleições e o respeito às decisões da Assembleia Nacional. As nações disseram que a suspensão do país da OEA deveria ser a última opção. Fonte: Associated Press.