Procon encontra carne vencida e produtos mal conservados na Serra

Geral

Procon encontra carne vencida e produtos mal conservados na Serra

No total, foram apreendidos 22 quilos de produtos impróprios para consumo. Os itens foram apreendidos e descartados e o estabelecimento pode ser multado.

A fiscalização vai continuar durante esta semana e vai percorrer todos os supermercados e açougues da Serra Foto: ​Jansen Lube

O Procon da Serra iniciou uma ação intensificada de vistoria nos supermercados e açougues nesta terça-feira (21). A operação verificou as condições dos produtos à venda e saber se as exigências de armazenamento são respeitadas. Durante a fiscalização, o órgão encontrou produtos vencidos e mal conservados em supermercado. 

No primeiro dia de ação, os fiscais encontraram produtos com data de validade vencida, armazenados em temperaturas inadequadas de refrigeração e com embalagens danificadas. No total, foram apreendidos 22 quilos de produtos impróprios para consumo. Esses itens são apreendidos e descartados e o estabelecimento pode ser multado.

O foco da vistoria são as carnes e embutidos, em virtude da operação Carne Fraca, que encontrou irregularidades em frigoríficos no Brasil. No entanto, produtos de todas os tipos serão analisados.

O diretor do Procon da Serra, Sérgio Meneghelli,  que comandou a força-tarefa realizada nesta manhã, ressaltou que é de praxe o Procon realizar vistorias nesses estabelecimentos, mas que, em virtude das informações divulgadas sobre as investigações da Polícia Federal e das dúvidas e receios da população, a ação foi antecipada e intensificada.

“Com essa ação, queremos trazer mais segurança ao consumidor serrano. O Procon é aliado na vistoria, mas o consumidor também deve, no momento da compra, verificar a cor e o cheiro dos produtos, se a embalagem está violada, olhar a carne antes do processamento, evitar comprar se não souber a procedência e verificar se tem selo de fiscalização ”, disse Sérgio.

Assim que o Ministério da Agricultura divulgar informações mais detalhadas sobre os lotes e quais os produtos podem conter irregularidades, por terem origem dos frigoríficos suspeitos, o Procon e a Vigilância Sanitária irão traçar estratégias específicas para verificar esses produtos nos balcões de vendas.

“O consumidor pode denunciar ao Procon qualquer irregularidade que encontrar. É importante termos esses registros de reclamações para estatística e para conhecermos os estabelecimentos que mais dão problemas”, disse o diretor do Procon. A fiscalização vai continuar durante esta semana e deve percorrer todos os supermercados e açougues do município.