Procuradores da Colômbia pedem fim imediato de operações da Odebrecht no país

Geral

Procuradores da Colômbia pedem fim imediato de operações da Odebrecht no país

Redação Folha Vitória

Bogotá - Dois meses após autoridades da Colômbia terem dito que iriam expulsar a Odebrecht do país, oficiais do país ainda não avançaram para encerrar o enorme projeto de construção de estradas atribuído à construtora brasileira. Em um comunicado, o escritório do procurador-geral pede que os tribunais avancem mais rápido e permitam que o governo tome conta do projeto, que foi afetado pela corrupção.

Segundo os promotores, os atrasos podem levar a novos aumentos de custos. A Colômbia é um dos vários países latinos atingidos pelo escândalo de corrupção da Odebrecht, tendo paralisado os principais projetos de obras públicas do país. Fonte: Dow Jones Newswires.