"Bebê milagre": após morte cerebral da mãe, criança resiste e nasce com 31 semanas

Geral

"Bebê milagre": após morte cerebral da mãe, criança resiste e nasce com 31 semanas

Ao que tudo indica, o pequeno Salvador, que nasceu na quinta-feira, poderá receber alta dentro de três semanas

Foto: Reprodução

O bebê da canoísta Catarina Siqueira, que estava em morte cerebral desde dezembro do ano passado, nasceu na quinta-feira (28), em Portugal. Ela já estava grávida quando o quadro de saúde se complicou após uma crise de asma e foi mantida vida para que pudesse ter o filho. 

Em dezembro do ano passado, quando ela estava com 12 semanas de gravidez, um ataque agudo de asma evoluiu para morte cerebral. A criança, no entanto, venceu a maratona. O pequeno Salvador nasceu às 04 horas, com 31 semanas de gestação e seis dias.

"O Salvador nasceu às 4h32 de hoje e está internado no Serviço de Neonatologia do Centro Hospitalar Universitário São João (CHUSJ)", esclareceu o hospital. Ao que tudo indica, ele poderá receber alta dentro de três semanas.

A asma, doença de que padecia desde a infância, não a impediu de remar maratonas, nem de representar Portugal em campeonatos europeus e mundiais da modalidade de canoagem. O treinador da atleta, José Cunha, do Douro Canoa Clube, destacou em entrevista a um jornal, que ela queria o 'alto nível'.