• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Governo determina fechamento de academias e shoppings, antecipa férias para servidores e adia cirurgias no ES

CORONAVÍRUS

Geral

Governo determina fechamento de academias e shoppings, antecipa férias para servidores e adia cirurgias no ES

Ainda foram anunciadas medidas sobre a educação, transporte e limpeza nas repartições públicas

Foto: Reprodução TV Vitória

Novas medidas foram anunciadas pelo governo do Espírito Santo, na noite de quarta-feira (18), na tentativa de combater a disseminação do covid-19 no estado. A secretaria de Saúde (Sesa) já confirmou 11 casos da doença.

Entre as medidas anunciadas pelo governador Renato Casagrande, estão o fechamento de academias, por 30 dias, e a paralisação nas atividades dos shoppings do Espírito Santo, pelo período de 15 dias, a contar a partir desta quinta-feira (19).

As consultas e cirurgias eletivas — com menos urgência e que são pré-agendadas — nas unidades estaduais de saúde serão suspensas no Espírito Santo, a partir desta quinta-feira, e as cirurgias, a partir de segunda-feira (23). Já as consultas e cirurgias consideradas urgentes serão mantidas.

De acordo com Casagrande, a medida tem como objetivo fazer com que as unidades de saúde se preparem para atender os pacientes com a Covid-19. Segundo o governador, alguns procedimentos serão transferidos para outros hospitais.

Veja também: Acompanhe as últimas notícias sobre a pandemia no Espírito Santo, no Brasil e no mundo

Outra medida anunciada pode mudar o previsto anteriormente na Educação. As escolas da rede estadual de ensino, que estão com as aulas suspensas desde terça-feira (17), poderão fechar suas portas já a partir desta quinta-feira (19). Casagrande anunciou que os diretores de cada unidade já poderiam decidir pelo fechamento completo da unidade de ensino a partir desta quinta, antecipando o fim do período de transição.

Como as férias de julho foram antecipadas, em função da pandemia do coronavírus, o Governo do Estado recomendou às empresas que prestam serviços terceirizados nas escolas que também antecipem o recesso dos seus funcionários, dando férias coletivas para o pessoal da limpeza e da alimentação. Segundo Casagrande, o trabalho de vigilância será mantido nas unidades de ensino.

Casagrande ainda informou que cerca de 3 mil servidores públicos estaduais poderão antecipar suas férias a partir desta sexta-feira (20). A exceção é para os trabalhadores das áreas de saúde, segurança pública, sistema prisional e socioeducativo.

Segundo o governador, quem está de férias não terá direito de interrompê-las e quem possui férias acumuladas deverá gozar das mesmas nos próximos dias. "Se o servidor tiver duas férias vencidas, por exemplo, o gestor organizará para que ele possa tirar agora essas férias", explicou.

Leia também: Veja as mudanças que afetam a rotina dos capixabas em meio a pandemia

Quem também deve sair de férias são os estagiários das repartições estaduais. "Isso irá aliviar as repartições públicas, porque nós temos quase 50 mil servidores. Uma boa parte deles pode tirar férias já e uma boa parte tem férias vencidas. Isso permitirá que a gente tenha uma diminuição da concentração dos servidores", ressaltou Casagrande.

Outra medida que está sendo adotada dentro das repartições estaduais, para evitar a proliferação do coronavírus nesses ambientes, é a intensificação da limpeza de objetos que são tocados com mais frequência pelos servidores — maçaneta, teclado de computador, aparelho de telefone, filtros e bebedouros de água. Segundo Casagrande, a higienização dessas superfícies está sendo feita em uma frequência três vezes maior do que o habitual.

Além disso, o governo determinou que todas as salas dos órgãos e entidades estaduais deverão funcionar com suas portas e janelas abertas, para favorecer a circulação do ar nesses ambientes. Também foi dispensado o controle biométrico da frequência dos servidores. Já as reuniões devem ser feitas por meio de teleconferência ou videoconferência.

>> Quer receber as principais notícias sobre o coronavírus?
Clique aqui e faça parte de nossa lista de transmissão no WhatsApp

O governador anunciou, também, que estão proibidas as viagens dos servidores estaduais, incluindo os secretários, para qualquer lugar do país. A exceção, segundo o governador, é para casos extraordinários.

Também estão suspensos os cursos presenciais da Escola de Serviço Público do Espírito Santo (Esesp).

Veja o anúncio das medidas, realizado pelo governador Renato Casagrande: