População ignora decreto de isolamento no ES e vai às praias da Grande Vitória

Geral

População ignora decreto de isolamento no ES e vai às praias da Grande Vitória

Pessoas sem máscara nos calçadões e banhistas usando guarda-sol e cadeiras na areia

Foto: Lucas Pisa

Quem mora no Espírito Santo ignorou o decreto de medidas mais rígidas de fechamento no estado e foi à praias da Grande Vitória, neste domingo (28). A equipe de reportagem da TV Vitória percorreu o litoral de Vitória, Vila Velha e Serra e viu que, ao contrário do último final de semana, muita gente, desta vez, não atendeu aos apelos das autoridades e de profissionais da Saúde para que a população fique em casa e preferiu aproveitar o sol, apesar dos riscos de proliferação do novo coronavírus. 

Em Vitória, na praia de Camburi, nem parecia que estamos numa pandemia. Nas caminhadas ou pedaladas de bicicleta, nem todo mundo usava máscaras. Além disso, grupos utilizavam guarda-sóis e cadeiras de praia.

Na Curva da Jurema, cenas semelhantes. A praia estava menos cheia, mas longe do que poderia ser considerado tolerável. Mesmo sem ônibus circulando e com alta taxa de transmissão de coronavírus no Espírito Santo, frequentadores insistiam em não abrir mão do banho de mar.  Como os estacionamentos na região estão bloqueados pela prefeitura, os banhistas pararam os carros nas laterais das ruas, mesmo sendo um pouco mais distante da praia.

Em nota, a Prefeitura de Vitória ressaltou que fiscaliza e retira ambulantes das praias, fechou quiosques em toda a orla, além de ter interditado os estacionamentos públicos ao longo da Av. Dante Michelini (sentido Jardim da Penha – Jardim Camburi) e das praias da Curva da Jurema e da Ilha do Boi. Na manhã deste domingo (28), fiscais abordaram ambulantes pela cidade, evitando o descumprimento das normas em vigor.

Em Vila Velha a situação era pior, se compara a capital capixaba. Na Praia da Costa, segundo bairro em casos confirmados (5.108 até este domingo), muita gente caminhava, tomava sol e se banhava no mar. No calçadão, o cenário não era diferente do visto em Camburi.

Em nota, a Prefeitura de Vila Velha informou que a fiscalização na orla das praias da cidade teve início às 7 horas. Estavam envolvidos 16 agentes, com quatro viaturas do Corpo de Bombeiros, duas da Polícia Militar e um veículo da fiscalização. Foram feitas abordagens para orientação da população que estava utilizando cadeira de praia, guarda-sol e/ou praticando esportes coletivos.

Além disso, uma barreira sanitária foi instalada pela manhã na Avenida Gil Veloso para orientação da população que passava de carro. Apesar de ser final de semana, a movimentação nas praias foi menor, segundo, a administração municipal.

Na Serra, as praias visitadas estavam com menos banhistas, como em Jacaraípe. Havia um carro de fiscalização da prefeitura.

Ônibus

Sem ônibus nas ruas, os terminais ficaram vazios. No Terminal de Jacaraípe, uma cena totalmente atípica: não havia ninguém. As lojas estavam fechadas e não havia ônibus estacionados.

No Terminal de Laranjeiras, havia veículos estacionados, e os que saíam e chegavam eram exclusivos para os trabalhadores da área da Saúde. A circulação da frota do Transcol ficará suspensa e fora das ruas até o domingo de Páscoa. Os poucos veículos disponíveis observados pela reportagem rodavam vazios e com o letreiro "Especial - Saúde". 

*Com informações do repórter Lucas Pisa, da TV Vitória/Record TV